segunda-feira, 21 de abril de 2014

desabafo ligeiro-como-quem-não-quer-a-coisa

Andamos todos calados, conformados, desinquietados, medrosos, neuróticos.
Andamos todos agradecidos pelos tostões que recebemos, pois que enfim, não podemos queixar-nos por ter tostões, já que tantos não os têm.
Andamos todos em vénias por termos ainda trabalho, ainda que esse trabalho seja um profundo excremento, e deixamos de reivindicar coisa melhor, pois que o melhor é agora muito pouco, nesta baixa de expectativas que nos injectaram durante o profundo coma troikiano.
Andamos todos acorrentados uns aos outros, correndo em maratonas, como gado, mas sem o objectivo de encontrarmos pastagem melhor, e partilhando frases virtuais de incentivo, cuja autoria é sempre de origem dúbia.
Andamos todos tão atormentados com as dietas detox, glúten free, enriquecidas com magnésico, anti oxidantes e laxantes. Andamos todos tão compenetrados no que fazem todos, no que leem todos, no que comem todos, que toda a nossa vida se transforma numa gigantesca e absurda obstipação.
E pronto, agora voltarei para a minha caverna, onde me refugío do universo social lá fora, e vou continuar a trabalhar, enquanto sorvo avidamente o meu sumo de espinafre com cebola, mas quente e em modo sopa.

7 comentários:

Naná disse...

E agora com o Benfas campeão, a crise acabou milagrosamente!

Sandra disse...

Tudo dito, sem rodeios e falinhas mansas. Tenho é pena de não saires da caverna mais vezes...cada vez que o fazes corre, blogosfera fora, uma espécie de brisa realista e atordoante que nos acorda da dormência dos dias.

Ginguba disse...

Daqui vai um abraço directamente da caverna de uma pessoa profundamente agoniada com o alarido e mobilização de massas à volta de um campeonato de pontapés na bola em contraste com a apatia perante o empobrecimento geral!

Melissinha disse...

Mi casacón.

gralha disse...

Um grande problema é que as pessoas que escreviam sobre outro tipo de assuntos andam todas a fazer greve. E uma pessoa continua a precisar de qualquer coisa para se entreter enquanto faz gazeta ao trabalho. Aproveitemos a Primavera (?) e saiamos da caverna.

Ana. disse...

Não sei se antigamente também era assim, mas parece-me que agora as pessoas se movem apenas aos magotes, por ondas, em rebanho. Ou é o meu universo que é muito pequeno. Mas toda a gente fala das mesmas coisas, toda a gente elogia e tenta vender as mesmas coisas e eu não tenho paciência!
Sim, é triste quando morre um autor importante, mas quem é que aguenta 500 fotografias e citações do Garcia Marquez sem sentir uma certa irritação?
Sim, correr faz bem, mas quem é que quer saber dos tempos e das distâncias e do tanto que dói as pernas? (A não ser nas corridas da gralha, mas no caso dela é por puro deslumbramento!)
E a moda dos sumos verdes... eu que toda a vida fiz batidos, agora dou por mim a não fazer só porque anda meio gajedo a alimentar-se a líquidos, como se tivessem problemas na laringe.
Não há cu!
E nem vale a pena falar de futebol, até porque eu sou do Sporting!

Skyline Spirit disse...

pretty nice blog, following :)