terça-feira, 3 de setembro de 2013

a pergunta que se impõe:

Sabem se existe algum grupo de ajuda para mães que vão ficar sem os filhos em casa?
Amanhã é o primeiro dia de escola do António e eu sinto-me em modo-padecimento-desfalecimento-perturbação-intestinal-desinspiração-total-e-absoluta.
Já tem o saquinho com a muda de roupa, o peluche, uma almofada preferida, uma mochila minúscula dos Angry-Birds e uma mãe que está à beira de um ataque de nervos.

11 comentários:

Melissinha disse...

Meu abraço, casaca! Já sabes que depois de amanhã o nó na garganta já vai estar mais larguinho.

dona da mota disse...

Compra uma mota, ou assim, Ana, para descontrair!
:)
Fora de brincadeiras, já pensaste nos projectos a que te podes dedicar agora, sem interrupções, enquanto ele cresce e se torna gente?!!!

Cantinho da Bê disse...

Fico sempre com a sensação de que sofrem mais as mães do que os filhos. Faz parte e de certeza correrá tudo bem e será mais uma etapa.

Maria João disse...

Um livro, um café...Fazer aquilo que se mais gosta, mas que não poderia ser feita com os filhos em casa :) É o melhor grupo de ajuda...E isto é uma mãe a falar depois de viver o drama da filha ter começado a primária!

Ana C. disse...

Tenho a certeza absoluta de que sofro mais do que os meus filhos e digo sempre isso a toda a gente que passa pelo mesmo.
E sei que vou ter mais tempo e tudo isso que o nosso cérebro sabe. Mas o coração, caraças, o coração é que estraga a equação toda :)
Já me estou a imaginar amanhã, com um monte de trabalho para fazer, a cheirar as roupas dele e a rastejar pelo chão do quarto dele, deixando um rasto de ranho e lágrimas...

Anna^ disse...

Esse "divórcio" com os filhos vai ser gradual; daqui a umas semanitas ( ou largos meses) a "coisa" já não dói tanto...quer dizer, doer não dói mas continua a custar. Boa sorte para essa nova fase :)

gralha disse...

Quantas horas de visualização de fotografias dele (com ou sem acompanhamento etílico) é que aguentas?

Ele vai divertir-se! Pensa que vai divertir-se mesmo. Beijinhos!

jmalho disse...

Custa... custa horrores mas depois vai ficando melhor! Vá! enquanto choram é de cortar o coração mas depois ficam contentes e sempre terás tempo para ti, para fazer as coisas que mais gostas.
Lá chegará o dia em que, à vista das férias escolares, apesar do contentamento de os termos perto de nós, secretamente contamos dos dias para o regressarem à escola ;)

Espero que amanhã seja um dia feliz para ele!
Bjo

Ana. disse...

Anda almoçar comigo a Braga!
:)

E traz as meninas contigo!

_ba_ disse...

Que tal correu?

Ana C. disse...

Meninas, correu tudo bem. Ele não chorou (o mesmo não posso dizer da mãe dele), almoçou tudo direitinho. Fui busca-lo antes da sesta e farei assim até ao fim da semana, mas até ver, temos homem :)