segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Prova de obstáculos

Alguém me disse, com razão, que o casamento é uma prova de obstáculos. Há quem prefira parar a cada obstáculo e reconsiderar o percurso inteiro e há quem simplesmente se dedique a encontrar uma forma de ultrapassar o obstáculo que surge. Há os optimistas que nunca enxergam obstáculo nenhum, mesmo quando está um rochedo diante do seu nariz, e há os que encontram rochedos em cada pequena pedra no caminho. Há os que pensam que o casamento tem que ser um constante passeio no parque, a cada dia, a cada minuto de vida em comum, há que respirar a paixão e enamoramento do começo de tudo e há os que pensam que o casamento é sinónimo de final de tudo aquilo.
Da conjugação destas visões surgirão discussões, fugas em frente, ou para baixo, dias péssimos, outros muito bons, mas cada vez menos dias de passeios no parque, até porque deixa de haver tempo para passeios e os parques nunca são como idealizámos.
O casamento é tramado, duro e execrável muitas vezes e outras tantas é precisamente o que precisamos para nos sentirmos felizes. É simplesmente assim e isso não é mau, nem bom. É.
Quanto mais lúcidos estivermos em relação à natureza do casamento, mais fácil será resolvermos os problemas que surjam, sem grandes extrapolações, nem dramatismos.





4 comentários:

Fruto do Espírito disse...

Olá, vim conhecer se blog a pedido de uma amiga...

Para reflexão...

O AMOR DE DEUS POR NÓS!

Deus ama cada um como filho único,é o amor de Deus que da sentido em continuar seguindo o caminho, mesmo que a tempestade caia sem cessar
e que a dor seja maior que as forças que temos para sofrer mesmo que a escuridão nos envolva e tente os ventos da injustiça apagar a pequena chama da fé mas no obscuro túnel da vida a luz do amor de Deus brilha sem cessar o amor de Deus transforma a tragédia em triunfo, a maldição em benção o mal em bem.

O amor de Deus é o único e verdadeiro Caminho, somente o amor de Deus produz frutos aonde nunca se plantou!

O amor de Deus é paciente,
tudo espera,
tudo suporta,
e jamais se acabará, porque é eterno!!!

A propósito, caso ainda não esteja seguindo o meu blog deixo aqui o convite, acesse o link abaixo:

Fruto do Espírito

Minha Fan Page Fruto do Espírito

P.S. Convido a conhecer o blog do irmão J.C.de Araújo Jorge.
Mensagens atuais, algumas polêmicas, porém abençoadoras...
Acesse e confira:
Discípulo de Cristo

Em Cristo,
***Lucy***

Naná disse...

Num desses filmes romantico-lamechas ouvi uma das melhores tiradas sobre o casamento... sobre as fotografias felizes da vida a dois, que dão a ilusão de uma vida perpetuamente feliz... em que alguém dizia que para que aquelas fotografias existissem haveria o dobro de fotografias de momentos de tristeza e de discussão, de raiva e até mesmo de ressentimento.

Acho que muitos encaram o casamento como algo demasiadamente idílico...

gralha disse...

É tão giro como a ideia de casamento é uma coisa que cresce connosco, que amadurece. Aquilo que vejo hoje no casamento não tem nada a ver com o que imaginava na adolescência. Não é melhor nem pior, é diferente. Imagino como será aos 40, 50, 60...

Ana C. disse...

Há uma elevada probabilidade de, aos 50, quando andarmos a viajar pelo mundo, sentados em esplanadas a beber cerveja, ou cappuccinos, pensar de maneira diferente, sim :)