quarta-feira, 12 de março de 2014

A minha rua

tem nome de poeta, mas nela não há poesia, apenas merda, por canídeos polvilhada e simetricamente distribuída.
De tantos em tantos metros há um cagalhão, ora esborrachado pelas rodas dos carros, ou pelas solas de um ingénuo caminhante solitário, ora espalhado aos sete ventos, quando a caca é seca pela pobre alimentação, ora depositado com carinhoso afinco em montículos artísticos sobre a calçada de fronte da minha porta.
A minha rua podia cheirar a relva e a orvalho, podia cheirar a sol e a campo, sonhemos alto, a maresia, mas cheira a fétida bosta das entranhas e isso aborrece-me.
Apanho esporadicamente senhores e senhoras vestidos para correr, despachando os pós digeridos de seus animais de estimação na minha rua e, ante a estupefacção espelhada nas suas estúpidas faces, intervenho, mas de nada adianta, nada soluciono desta praga de merda que se apoderou da minha rua com nome de poeta.
Cada novo cão que chega, atraído pelo fétido fedor de outros cagadores, é um novo cagalhão que se acumula e juro-vos, com toda a poesia que respeito, até pelo nome da minha rua, que um dia deixo-me de poemas e recolho uma a uma, as poias infectas e fumegantes de excremento, para espalhá-las, qual botox capilar, nos escalpes de seus donos corredores de maratonas.
Declamarei então poemas de júbilo, receberei e desferirei socos, mas serei livre de toda a bosta que tenho entalada na glote.
Quem sabe até, no final desta guerra fria, não pedirei ao Nuno Markl que me desenhe cagalhões caninos, a fim de estampar t-shirts e oferecer a quem de direito. Não terão, porém, batom, nem aspecto fofinho, prometo.

8 comentários:

Naná disse...

Enxofre, Casaca, enxofre num perímetro em torno da tua casa!

Outra sugestão é arranjares uma espingarda de paintball e disparares violentamente aos donos que não apanhem os cocós!

dona da mota disse...

Faz uma campanha, cartazes nos postes a chamar porcalhões aos donos dos cães... Ou então contacta a Junta de Freguesia para que tomem precauções.
Por acaso aqui não há muito esse problema mas na Fuzeta a Junta tem uns pontos, tipo caixa de correio com saquinhos de plástico para as pessoas tirarem um saquinho e empacotarem os cocós dos cães. Podes tentar pedir apoio na Junta...

Ana C. disse...

Gosto da sugestão da espingarda de paintball, com balas de bosta. Eu acho que, quando não se é porco suíno, limpa-se sempre, mas sempre a caca do seu animal, com, ou sem saquinhos de incentivo, mas é uma hipótese a tentar, sim...

mm disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mm disse...

Apesar de não ser agradável, um projecto que tenho e ainda não pus em prática é deixar os cagalhões dos cães à entrada dos prédios dos donos, para que quem saia pise. Ficaria registado num papel "A devolver ao dono do cão X". O objectivo era que os vizinhos do dono do cão se insurgissem contra o mesmo, fartos de ter merda à porta do seu prédio. Tb já pensei em atirá-la aos donos, mas podendo falhar a pontaria seria uma porcaria, em acertando vinha a polícia e eu é que me lixava. Por isso devolver ao remetente parece-me a melhor solução.

macaca grava-por-cima disse...

é a minha eterna cruzada esta!! a sério... donos de merda! deviam acordar com o quarto (chão, paredes e tecto) forrados a bosta de cão (ou de cavalo)

gralha disse...

Ah, sua malandreca, a aproveitar a minha ausência para dizer mal dos cães E dos corredores :P

Podes sempre colocar cartazes a pedir aos donos para apanharem os cocós. Caramba, não custa nada, é só sair à rua com sacos e lavar as mãos a seguir.

josé Morales disse...

O CAO É UM BICHO CAGALHAO QUE SO SERVE PARA INCOMODAR ! CAGALHOES ATRAZADOS MENTAIS SÃO OS DONOS DE CAES , OS POLITICOS E PRINCIPALMEMTE O NOJENTO POVO PORTUGUES SEM NADA DENTRO DOS CORNOS QUE PERMITE E ALIMENTA TODA RESTA NOJEIRA ! VIVER EM PORTUGAL É SER VITIMA DE TODOS ESTES CAGALHOES NOJENTOS ! AS RUAS CHEIAS DE CAGALHOES E A CHEIRAR A MERDA E MIJO DE CAO , CAES Á SOLTA A ATACAR , A MORDER E MATAR PESSOAS ! NÃO É UM PAÍS DE GENTE É UMA SELVA ! LIBERDADE...O CARALHO ! DIREITOS HUMANOS O CARALHO ! TENHAM VERGONHA SEUS PORCOS NOJENTOS !!!