quinta-feira, 6 de março de 2014

A todas as mães de meninas



Cujas filhas padeçam desta enfermidade.
Estou convosco nessa luta inglória contra o cravanço de merchandising relacionado com esta merda.
Para quando papel higiénico da série? Aí sim, compraria com gosto.

13 comentários:

Melissinha disse...

Deixa estar que nós temos os Invizimals.

Ana C. disse...

Não é exactamente a mesma coisa, filha. Aliás, arriscaria dizer: Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

Maggie disse...

eu, eu padeço deste mal com a agravante que tenho 2 filhas de 8 e 7 anos, logo as duas interessadas no mesmo. Assim de repente têm uma pasta, 2 malinhas, os estojos, 2 túnicas, e 1 vestido da famosa Violetta! Irra.

bjos

Maggie

dona da mota disse...

Este fim-de-semana, numa das 900.000 festas de aniversário que eles tiveram ofereceram a uma menina um kit de Origami do projecto science 4 you maravilhoso e tudo o resto, até me senti deslocada, era da Violeta.
Ontem a mãe disse-me que foi a prenda mais educativa, pelo que não me vou vender, vou continuar a oferecer coisas que não estão na moda!
Embora os meus 3 rapazes adoram a Violeta, não pedem é agendas e lápis e borrachas e malas e merdas dela, ufa!

Mariah disse...

Ana eu tenho um menino e só desde que o Cartoon Network passou a ser em Português é que o puto se desinteressou pela Violeta. Ele seguia a aquilo religiosamente e... adorava. De vez em quando, ouço assim umas coisas menos próprias nos desenhos animados do CN, mas antes isso que a Violeta.Beijos

Mary disse...

Eu tenho um filho...isto porque no recreio quando estão com as meninas tem assunto de conversa com elas, e claro o assunto é a Violetta...jasusss.
Eu é que tenho a culpa, que ralho com ele de estragar roupa/ténis de tanto jogar à bola...ehehhe

Naná disse...

Vês porque é que eu fico felícissima de não ter a menina e ficar com o "casalinho"?

De boa me livrei!

Pena que haja pessoas que não compreendem quando lhes digo isso mesmo...

Rita Camões disse...

(lágrimas de sangue... vale pelo "castelhano manhoso" que aprendem à pala das canções)

disse...

Ana, até podíamos trocar cromos por correspondência, se quiseres! ;)

(mea culpa. a miúda só tem quatro anos mas não parava de falar na Violetta.)

Maria João disse...

Esse mal ainda não chegou por aqui!! É assim tão mau?? Nunca vi...

Raquel Ribeiro disse...

O meu filho - 6 anos - também estava viciado na violetta e a coisa já me mexia com os nervos! por arrasto vinha shake it up, e outras séries...
Solução: Disney channel é canal proíbido (e ele é cumpridor)

Luísa Livros disse...

Uiiii!!!! Não queiras imaginar a febre que é aqui em Buenos Aires!!!!!!!! Já que a dita Violetta é argentina!!!! :S Até a minha filha de 3 anos já a reconhece em cada kiosque, loja de brinquedos, supermercados... tudo o que possas imaginar!!!! :S

Joanissima disse...

A Floribela argentina tambem já se instalou lá em casa. Tive que negociar a quantidade de posters afixados no quarto dela mas do CD aos berros não me safo.
Em compensação isso fez com que ela esteja ao rubro com as aulas de guitarra e que fale um castelhano já muito razoável.

(ou isso ou eu ando a tentar ver o lado bom da pirosa...)