segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Os Opostos Atraem-se (?)

Sim, pode até ser verdade. Uma daquelas verdades que vem escrita nos pacotinhos de açúcar da Nicola. Mas a minha questão é:
Os opostos duram?
É que estou em crer que a erosão das diferenças, juntamente com a erosão dos anos dá uma trabalheira incrível.
Sim já sei que aprenderam muito com os conflitos de opinião, mas caramba, devem andar bastante cansados...
Não gosto de fotocópias, nem de papel químico, mas aprecio um sorriso cúmplice, que surge apenas quando se sente exactamente a mesma coisa. Ou será que sou apenas uma grande preguiçosa emocional?

10 comentários:

Petra Pink disse...

se forme totalmente opóstos acho que não duram.
deve haver diferenças mas não em tudo!
beijinhos

Ginguba disse...

Tens razão. Andam cansados!
:(

Miguel disse...

Azeite e água tocam-se. Mas não se misturam! Afinal, serão sempre completos opostos!

Melissinha disse...

Acho que o atrai é a curiosidade, o mistério, o complemento, e não o oposto. O oposto silencia. O oposto é bom para os cafés da faculdade, não para o café da manhã.

Pelo menos os gostos têm de ser compatíveis.

gralha disse...

Acho que depende das diferenças e da tolerância de ambos. O casal cá em casa é muito diferente em coisas tão marcantes como a religião, a política e o futebol mas temos valores humanos fundamentais semelhantes e isso acaba por superar as diferenças.

gralha disse...

Acho que depende das diferenças e da tolerância de ambos. O casal cá em casa é muito diferente em coisas tão marcantes como a religião, a política e o futebol mas temos valores humanos fundamentais semelhantes e isso acaba por superar as diferenças.

c disse...

Cansados? Exaustos!

Sílvia disse...

Se duram? Depende... Eu vou durando com um oposto à dois anos... ;) E fomo-nos adaptando... Continuamos a adaptar-nos... Depende das pessoas acho...

beijinho***

Cláudia disse...

Sou partidária da tolerância q.b. para apreciar a diferença uma vez que a exigência de uma fotocópia é do mais narcísico que existe!
Mas existe uma necessidade de partilha que acho que não se compadece com os opostos.
Acho que está tudo dito no "comentário dos cafés"!!!!

Precis Almana disse...

Os meus pais são muito diferentes, são um dos casais que conheço mais diferentes: em gostos, formas de estar na vida, política, etc. Acho que só estão de acordo no Sporting e em ver a TVI :-) Mas gostam um do outro e são coincidentes no que é fundamental para os dois. Portanto, talvez dependa do tamanho que se exige que a cumplicidade tenha, talvez.