sexta-feira, 10 de junho de 2011

Ser um bocadinho mais ou menos

É sair de Portugal, em busca de melhores condições de vida e regressar porque se tem saudades da Feijoada à Transmontana, do Cozido à Portuguesa, dos Pastéis de Bacalhau e de nata, ou daqueles de massa tenra.
Ser um bocadinho mais ou menos é achar que está tudo mal, mas nada fazer para que tudo fique um bocadinho menos mal.
Ser um bocadinho mais ou menos é ir a um concurso que procura talentos, apenas com um bocadinho de talento.
Ser um bocadinho mais ou menos é separar os lixos, mas continuar a cuspir para o chão.
Ser um bocadinho mais ou menos é votar no Partido dos Animais, por achar que estes merecem mais o nosso voto, do que as outras pessoas no boletim de voto que supostamente, representam pessoas.
Ser um bocadinho mais ou menos é ir fazendo quando está de chuva e perder a vontade de fazer quando está de sol.
Ser um bocadinho mais ou menos é, no final das contas, ser português e ser português nos dias que correm é um bocadinho mais ou menos.

4 comentários:

Manuela disse...

Querida Ana, mas não é mau de todo, ser um bocadinho mais ou menos...

Nuno Andrade Ferreira disse...

Estou mais ou menos de acordo contigo.

Lebasiana disse...

AI QUE É TÃO BOM ESTE CALOR AFRICANO!

AI A FEIJOADA À TRANSMONTANA!

AI QUE AQUI A FRUTA É TÃO GRANDE E DELICIOSA E TUDO E TUDO!

AI AS TRIPAS À MODA DO PORTO!

AI QUE AINDA FALTA TANTO PARA JULHO!

Sim... sou mais ou menos assim!

Beijinhos

Maggie disse...

bem eu sou dessas um bocadinho mais ou menos ...

bjo
maggie