quarta-feira, 16 de maio de 2012

Agora atiras tu, agora atiro eu

Outro dia apanhei o Dr. Oz e a mulher do Dr. Oz (sim ele também já leva a esposa ao programa e ela também escreve livros de auto-ajuda) a atirarem uma bola de pilates um ao outro. Aparentemente era uma dica para um casamento de sucesso. De cada vez que a bola era lançada na direcção de um deles, era dita em voz alta uma "exigência" que se gostaria de ver satisfeita pelo outro. É absolutamente fascinante este fenómeno de todos terem alguma coisa a dizer sobre relacionamentos. E os lugares comuns do diálogo e da comunicação e do olhar olhos nos olhos e de o não querer que o outro seja algo que não é. Maravilha. A sério, há sempre qualquer coisa a dizer e um conselho a dar. Partilhar os segredos do sucesso do matrimónio é sempre fofinho. Vou a uma loja de desporto comprar uma bola de pilates, para poder fazer este jogo aqui em casa. Já nos estou a imaginar a jogar esta merda, a seguir ao jantar e a saltar de nenufar, em nenufar com tanta felicidade e resolução conjugal. Como é que nunca pensei que uma bola de pilates seria uma lufada de ar fresco? Dentro desta linha, também adoro a Maya e os seus conselhos matinais. Gosto da forma como ela pergunta sobre a vida inteira da pessoa que telefona, antes de começar a adivinhar o seu destino. Dito isto, tenho que fazer uma dieta televisiva. A sério.

9 comentários:

triss disse...

Também vou comprar uma bola dessas, até tenho imenso espaço na minha sala de 11 m2.

(Olha e não tarda nada o Dr. Oz separa-se. O Dr. Phil também começou a levar a mulher para o programa e depois deu em divórcio)

Ana C. disse...

Espera lá. Alto e pára o baile!!! O Dr. Phil divorciou-se????

triss disse...

São rumores, mas onde há fumo...

gralha disse...

Gosto tanto do Dr. Phil e de como ele oculta a sua homossexualidade latente. Penso sempre nele quando compro as hortaliças.

Ana. disse...

Eu só entro nesse jogo das bolas de pilates se as exigências puderem ser sexuais!!!...

margarida disse...

gralha, tu achas que o Dr. Phil é gay.
As pessoas que gostam muito de dar conselhos sobre relações causam-me urticária. Faz-me lembrar a minha fase de secundário em que dizia "ai comigo não vai ser assim, ai eu dizia-lhe assado, ai isso é o que mais faltava", sem ter tido uma relação de jeito. Peço perdão pela expressão, mas bem me lixei.
Os únicos que me dão conselhos sobre relações são os meus pais e têm muito valor porque é preciso pedir-lhes para o fazerem. E nunca houve nenhuma bola de pilates lá em casa, até me benzo só de pensar nisso.

margarida disse...

Ana C, eu acho que aqui há uns tempos ouvi rumores da separação, mas se calhar eram só más línguas invejosas e sem vida própria :p

Melancia disse...

Bola de pilates? e se tivermos mesmo muito chateados pode ser com bola de bowling? Acho que aliaviava melhor a tensão!

Margarida disse...

Sim, sim!
A Maya a mim fascina-me! Como é que ela pode dizer que é bom para a pessoa em causa mudar de país depois de saber pela própria pessoa que têm muito mais a ganhar do que a perder se for para fora?!
Fascinante!
Não sei como é que ela consegue!

P.s. Por falar em programas americanos e que levam lá as mulheres, adorava quando a mulher do Dr. Phil dizia uma ou outra coisa que ele não estava à espera xD