terça-feira, 1 de maio de 2012

Solte o Seu Animal Interior.

Querem assistir à largada de touros de Pamplona sem saírem do país? Querem visitar o lado mais selvagem do ser humano, sem mudarem de canal para o TLC, com as paquidérmicas viciadas em cupões, que levam as filhas recém-nascidas a concursos de beleza, enquanto atafulham a casa de merda, dão uma festa de milhões para o primeiro aniversário do bebé e aproveitam para engravidarem sem saberem? Querem descer ao mais baixo, mais baixo não há, da animalidade que existe em cada indivíduo? Querem assistir de camarote a um circo romano, daqueles em que se lançavam os homens às feras, sem contemplações? Querem? É fácil. Observem apenas como os indivíduos se comportam face a uma promoção e vejam esse mesmo comportamento modificar-se em proporção da dimensão da promoção. Por um leve dois, pague 1 são permitidos empurrões e arranhões. Por um leve três pague 1, além daqueles, são ainda permitidas rasteiras, filas de dezenas de metros e insultos. Por 50% de desconto em compras superiores a 100 Euros, vale tudo. Arrancar olhos, homicídios, violações, acidentes de viação, estropiamentos e fazer os funcionários do estabelecimento trabalharem num dia, o equivalente a 1 mês, mas com requintes de malvadez, pois fazem-no no dia que celebra essa espécie estranha, cada vez com menos direitos e garantias. Essa espécie enrabada de manhã à tarde e à noite, chamada TRABALHADOR.

10 comentários:

Ginguba disse...

Olha, Ana C. : Aplaudo de pé!!!

Estou enojada com essa palhaçada. Nunca imaginei que iria ver um dia 1º de Maio como o de hoje! NOJO!!!

Mariinha disse...

Eu não vi, porque deliberadamente não passei sequer por lá, tenho um aqui perto de casa. Sei que foi um caos pelo que tenho ouvido. Os trabalhadores do P.Doce, sempre tiveram este dia de feriado,agora até isso perderam. Uma vergonha!

ALFACINHA disse...

Partilho da sua opinião 100%!!!
Parabéns pela sua maneira clara e simples de se expressar-

Melissinha disse...

De vómitos.

Carla Barroso disse...

Texto fabuloso, mais uma vez :)

gralha disse...

Também trabalhei hoje mas, graças a Deus, ninguém me tentou arrancar os olhos nem pregar rasteiras por causa disso.

Fora de brincadeiras, gostava de saber, pelo menos, se foi dada a opção aos funcionários de trabalhar neste dia (e a ganhar a 200%) - é bem provável que sim.

Irina A. disse...

Os trabalhadores do Pingo Doce hoje trabalhar por opção, foi-lhes dada liberdade de escolha. Eu trabalhei durante 8 anos da minha vida aos fins de semana, feriados, Natal, Ano Novo, Páscoa e sobrevivi, infelizmente nunca me deram a opção de escolha, pelos vistos antes tivesse trabalhado para o Jerónimo Martins.

Aproveitei os descontos e estou muito feliz por isso. Só comprei o que me fazia falta, comida portanto, e poupei €100.
Não atropelei ninguém, n bati em ninguém, fiz as minhas compras como se fosse um dia normal, a única anormalidade foi o facto dos produtos não estarem todos disponíveis, mas ao supermercado onde fui as pessoas pareceram-me todas normais, nada de selvajaria.

triss disse...

A iniciativa de boicotar o 1º de Maio foi infeliz. Mas mais infeliz são as pessoas que se prestam a atitudes selvagens e pouco cívicas.

Me disse...

Pelas imagens que vi, parecia que vinha aí a III Grande Guerra Mundial.

Até os nossos vizinhos escreveram sobre isso:

http://www.elmundo.es/elmundo/2012/05/01/economia/1335909047.html

Me disse...

Pelas imagens que vi, parecia que vinha aí a III Grande Guerra Mundial.

Até os nossos vizinhos escreveram sobre isso:

http://www.elmundo.es/elmundo/2012/05/01/economia/1335909047.html