quarta-feira, 17 de julho de 2013

Deixem-me rir para não chorar

Quem inventou expressões como:
"Onde come um, comem dois, ou três", ou
"Os filhos nascem com um pãozinho debaixo do braço"
Nunca teve que encomendar material e manuais escolares.
E com esta termino a minha dissertação sobre o tema, pois só de falar nisso já me sinto mais tesa.

10 comentários:

Maggie disse...

hahahhahahahah bem visto Ana, mas aqui em casa não é bem onde come 1 comem 2, pois está bem!
Felizmente este ano estou safa de encomendar os livros escolares, o ano passado foi um saga, irrrra. este ano a escola encarrega-se de tratar disso.
Bjo

Maggie

Naná disse...

Sempre preferi a tirada: "quem tem filhos, tem cadilhos"...

Cat disse...

ahahahaha essa do pãozinho debaixo do braço matou-me, nunca tinha ouvido tal coisa!! E quando a natureza traz dois de uma vez?? Deviam vir logo com uma dúzia de pãezinhos!

Vânia Silva disse...

Essa do pão é novidade para mim...mas enfim, a prova em como nem sempre o povo tem razão, é por si só um sinal dos tempos!

Pirilampa disse...

Bem visto...

Pirilampa disse...

Bem visto...

triss disse...

Também vêm com um cheque mensal de 200 euros para a creche? Deve vir dentro da carcaça, tipo brinde.

Xica Maria disse...

Nunca compreendi essas expressões... e acho-as ridículas. Há que ter bom senso e dar uma vida boa a um filho... agora ter 2 e 3 e não ter dinheiro para lhes dar de comer em condições... entristece-me. Ainda outro dia vi no facebook anúncio a pedir fraldas para uma mãe que deixava a mesma fralda à bebé recém-nascida todo dia porque não tinha dinheiro para fraldas...

ouvirdizer disse...

Ai Ana, para mim é uma balança constante entre o querer mais filhos e o ter que ser responsável...
Nós queríamos muito, mas as contas... não dá mesmo, só se for sem querer...
Claro que não ajuda quando a educadora do meu filho do meio me diz: Adorava que tivessem mais filhos, vocês são espetaculares...
Eu venho de lá vaidosona e cheia de vontade de ir até aos 5, depois vejo o extrato bancário e passa-me...
Se bem que ontem eles disseram à minha mãe: "!Sabes, vamos ter um bebé..." Ahahahahah Será intuição?!... :)

ouvirdizer disse...

Ainda em relação aos ditados... o facto é que se criavam mesmo uma carrada de filhos, apesar das dificuldades... Foi uma realidade que só mudou exatamente pelo modo como acontecia. Andavam descalço, som. Partilhavam 1 sardinha por 3, sim. Foi real. Mas era difícil. E as estruturas à volta eram outras, bem como as exigências...
Ontem entrevistei 2 senhoras, uma teve 3 e a outra 5 filhos. A segunda não parou de dizer que é muito rica, feliz com os 5 filhos, 10 netos e 7 bisnetos(até agora).
Mas hoje em dia para se ser rica como ela tem que s éter, efetivamente, dinheiro... :)