quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Para as Pessoas Corajosas que Conheço

Há decisões que parecem reflexo de alguma fraqueza, mas que na realidade demonstram uma grande força interior.
Há gestos que podem parecer uma fuga, mas que na verdade são um enorme pontapé na inércia.
As pessoas de dentro não entendem assim, julgam-se em demasia, medem-se em excesso e culpam-se quando não há culpas a tirar. Mas as de fora têm o distanciamento necessário para afirmar com todas as letras que vos gabam a coragem.
Não se julguem tanto, não pesem tanto cada pequeno gesto. Deixem-se amparar, encostem-se a quem amam e quando vos disserem que fizeram a coisa certa, acreditem.

5 comentários:

Ana. disse...

Conheço uma certa "minina" que precisava de ler este texto!
Aliás, se não foi escrito para ela, andas lá muito perto.

;)

Melissinha disse...

ó pá :)

disse...

Não sei se agradeça, se chore!!
Foi certeiro e decididamente o que precisava de ouvir ("ler")!
Sempre a presentear-nos com óptimos posts!

Maria disse...

Ai mulher nem tu sabes o quanto eu hoje precisava de ouvir isto.

Joanissima disse...

Acabei de chegar da cidade Luz.
Já te respondo ao mail.
Até lá..obrigada!