quarta-feira, 27 de junho de 2012

com 3 letrinhas apenas

Apesar de tudo, não há companhia como a deles. Não existem, no mundo inteiro, abraços que me envolvam tão completamente como os pequenos braços deles no meu pescoço.
Não existem declarações de amor que cheguem à primeira letra da palavra Mãe, quando ela a escreve em todo o lado, declarando a importância que me dá.
Apesar de tudo, não existe na minha vida toda, nada, mas mesmo nada que se compare à sensação de os ver alegres pelas coisas pequenas e saber que consigo fazer com que se sintam seguros com a minha simples presença.
Apesar de tudo, ver o António correr para os braços da irmã, de cada vez que vamos buscá-la à escola. Vê-lo encostar a cabeça à barriga dela, deixando as saudades irem embora, ou correndo para ela, de cada vez que o repreendemos, é o meu secreto vício de amor.
Apesar de todas as queixas e de todos os desabafos, saber que os tenho nos meus dias, ainda me comove todos os dias e recordo com saudades todas as férias que passámos juntos, suspirando e fazendo projectos para as que iremos ainda passar.
Ninguém disse que era tudo mau :( Ninguém disse que era tudo bom :)
É assim para algumas doenças mentais e é assim para isto dos filhos.




3 comentários:

Naná disse...

Ana Cê., eu não me canso de te dar graxa, mas ninguém escreve sobre a maternidade como ela realmente é melhor do que tu!

Mariko Manlulo disse...

Hi,

Great blog! Just dropping..
Kindly visit my site there's a lot of beautiful Tungsten Rings,
Titanium Rings,Bracelet,Wedding Ring,Wedding Bands and Etc. You can buy here
online as you want just choose anything there.

http://overstockrack.com/

Thanks!

Moimême disse...

tão belo....sinto o mesmo