domingo, 14 de março de 2010

Porquê?

Já me perguntei isto vezes e vezes sem conta, mas é quando acabo de dar banho aos miúdos no final do dia (tarefa dividida com o Hugo) que sinto mais na pele e no cerebelo esta questão:
PORQUE RAIO O TRABALHO MATERNO/DOMÉSTICO não é remunerado?
É das tarefas mais duras da história laboral, sem horário para começar, nem para terminar, a abarrotar de horas extraordinárias, sem direito a baixa por doença, nem por insanidade mental, sem direito a férias, nem feriados, sem reconhecimento social nem fiscal.
Na minha modesta opinião é um dos pilares sociais que sustenta as futuras gerações e não tem nem um mísero código de actividade?
Está na hora de mudar.

12 comentários:

Ginguba disse...

Anacê a primeira ministra JÁ!!!
:)

gralha disse...

Assino por baixo. E com direito a horas extraordinárias quando eles não dormem porque estão doentes.

Petra Pink disse...

nao é remunerado, nem muito valorizado! beijo boa semana

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Não é apenas "não remunerado", é mesmo "nao reconhecido"... que é uma pena!

Beijo meu ♥,

A Elite

Cat disse...

Ora nem mais! Somos muitas a comungar da tua opinião.

Joanissima disse...

Eu tenho a explicação:

Não é remunerado porque toda a gente sabe que o OE não tem dinheiro para pagar um trabalho tão extraordinariamente bem pago.
Se fosse remunerado, deixaria de haver dinheiro para pagar RSI, CSI, subsidio de desemprego, subsidio de maternidade, subsidio de funeral, subsidio de doença e pensoes.

Assim, o raciocinio há-de ter sido qualquer coisa como "se são maes, estao habituadas a sacrificios... bora lá impor-lhes mais este".

Acho que é por isso...

Cláudia disse...

Tens tanta razão...
Ainda ontem fazia as contas ao valor das horas que teria de pagar para me fazerem (mal!) todo o trabalho de casa que eu faço (bem, modéstia à parte, claro!) e, de facto, a maior parte das vezes não é reconhecido!

Marcia P. disse...

Ana,
Não é remunerado e nem reconhecido, porque os Senhores que criam as leis nunca estão em casa.

Lia disse...

vá, diz lá onde se assina!

anf disse...

Devia ser bem remunerado.
Ana C o que acha do mini PC, é que ando com vontade de comprar um mas não sei se compensa,
brigada

MARIINHA disse...

E quando as respostas são. Não faz nada. É "doméstica". Está a tratar dos filhos.
Como se o trabalho de cuidar da casa e dos filhos, não fosse trabalho. Li no primeiro comentário que tu devias ir para primeira ministra. Já agora se fores, arranja lá maneira das "domésticas" passarem a ter um ordenado. Não sei onde vais arranjar o dinheiro para isso, mas fica aqui a reivindicação.

sofia disse...

LOL!
é que é mesmo!
beijinhos