segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Fecuntata Est Ana

Adoro quando me tratam como uma retardada mental (sem ofensa para os retardados mentais).
Desde o médico na urgência que insiste comigo que a dermatite que se instalou nas minhas palpebras, se deve a um produto que eu usei, mesmo depois de lhe ter dito 345 vezes que nem sequer me maquilho, nem usei nada de novo nos últimos 10 anos. Ele faz uma expressão de "falo com uma retardada mental" e contradiz-me com expressão de enfado. Agarra-se àquela merda e insiste até à morte, ignorando o que lhe digo. Talvez porque dê demasiado trabalho arranjar outra justificação para a bosta da dermatite, talvez porque me julgue mesmo uma pessoa com falta de oxigenação cerebral. Eu acabo por dizer que tudo bem, se ele diz que é da maquilhagem, eu maquilhei-me sim, com umas sombras da loja do chinês. Talvez assim ele se sinta menos frustrado e eu menos tonta.
Receita-me um creme fantástico e uns anti-histamínicos e deixa a retardada sair.
Venho a descobrir mais tarde, com uma médica a sério, que me tinha receitado um creme altamente alergéneo, por isso eu não melhorava.
À conta de não melhorar, não posso arranjar as sobrancelhas, esse sim, um dos meus únicos vícios de estética.
Também adoro quando me falam sobre trabalho, como se eu fosse a tipa mais burra à face da crosta terrestre. Abrem muito os olhos para mim e gritam com voz cavernosa na direcção desta débil de espírito. Adoro que me humilhem e que me façam sentir pouco digna do salário milionário que me pagam.
É mesmo assim que se motivam equipas. Qualquer psicólogo acabado de formar o confirma.
Venham mais vinte, que eu deliro. Sentir-me rebaixada é do melhorzinho que existe. Faz tão bem à pele, que lhe confere um tom rubro, descamado e vibrante.
Só não fiquem em choque se, um dia mais tarde, esta débil de espírito, num acesso de oxigenação súbita da massa grey, vos mandar fecundarem-se lentamente e com dor, sim?

6 comentários:

Joanissima disse...

Eu cá acho que copulado está mesmo quem se atravessa no caminho de uma mulher inteligente e bem resolvida como tu.
Quanto ao médico, é só um homem, um homenzinho com um canudo amarelo. Não o leves demasiado a sério, nem a ele nem a nenhum. pensa sempre no meu exemplo, a mim que me tinham dado como estéril, praticamente impossibilitada de conceber e eis que engravido a tomar a pilula e tudo.
Quanto ás pessoas com quem trabalhas, percebe que há pessoas que são tão miseráveis que precisam de exercer sobre os outros uma certa pressãozinha nazi para se sentirem gente.

Não te deixes fecundar. Grita bem alto e lembra-lhes que tens uma tatuagem no fundo das costas a dizer EXIT ONLY!

Irina A. disse...

O problema é mesmo esse "um dia mais tarde". E se os mandares fecundar logo quando tens vontade disso e quando é caso para isso?
Acredita que se o fizeres não enches tanto.

Naná disse...

Ana Cê, que dizer de quem só se sente a million dollar person quando rebaixa e humilha outra pessoa?!
Mas sabes, a verdade da coisa está contigo, por isso deixa-os pastar!

Melissinha disse...

Para quem não é bichófilo, tens tido a tua quota de animais, tens.

gralha disse...

Estão abertas as inscrições para o meu próximo workshop: "Como Mandar Uma Pessoa à Merda"
1ª Sessão: Ninguém é melhor nem pior do que eu.
2ª Sessão: O domínio do insulto (versões soft e hardcore)
3ª Sessão: Exercícios práticos - visita de estudo a uma repartição pública.
(Não inclui seguro se acidentes pessoais)

Eugénio disse...

Olá!

Não me dás informação suficiente para que possa fazer um diagnóstico, mas poderá ser Blefarite. Pesquisa no google mais informação.

Vê:
http://www.nhs.uk/conditions/blepharitis/Pages/Introduction.aspx