terça-feira, 16 de agosto de 2011

Penduricalhos e afins

Odeio com fervor apaixonado as etiquetas gigantes nas t-shirts.
Odeio com fervor desequilibrado umas fitinhas que agora decidiram enfiar em tudo o que é t-shirt, como se fosse fundamental pendurarmos as t-shirts em cabides, ou no raio que as parta.
Odeio ter que cortar quilos de papel e de tecido, de cada vez que chego a casa com t-shirts novas, repletas de penduricalhos desnecessários.
Odeio ter comprado um pacote de cuecas na Women's Secret, todas giras (apesar de cheias de etiquetas). Chegar a casa e perceber que cada uma delas tem escrito um dia da semana.
Há coisa mais triste do que envergar uma cueca a dizer quarta-feira a um domingo?
Fora da zona de penduricalhice, mas não deixando de me enervar de forma ligeira, odeio pegar numa revista social e deparar-me com 100 páginas de mulheres, ou ex-mulheres de futebolistas. São de facto, as pessoas mais sem interesse à face do mundo da revista da cusquice. Pelo menos para mim.
E pronto.

5 comentários:

Melissinha disse...

1. ODEIO AS FITAS. Até porque ando sempre com as ditas para fora a fazer cócegas.

2. o que esperas encontrar numa revista social? eu quero é sangue.

gralha disse...

Ai as fitinhas! Possuem-me, as fitinhas! Ando com aquelas cenas todas a sair de fora da roupa como se tivessem acabado de me soltar de um teatro de marionetas.
(e sou a mãe terrível que deixou de cortar as etiquetas das roupas filiais. A menos que eles se queixem. Muito)

Naná disse...

As gargalhadas que já dei por conta deste post, Ana Cê! É que eu odeio igualmente as etiquetas e ainda mais na roupa do miúdo. São quase tão grandes como a própria t-shirt...
E sim, as fitas são irritantes mesmo!
Mas as cuecas com o dia da semana... imbatível.
Isso lembra-me duns babetes do miúdo que também diziam o dia da semana, e a minha prima andava sempre a gozar comigo: dizia que eu andava com os dias trocados!

_+*Ælitis in Paris*+_ disse...

Engraçado: hoje de manhã, ao cortar as etiquetas de uma blusa, pois estas eram maiores que a blusa, 1/vi o sinalzinho "cortar aqui" 2/pensei em ti.

MARIINHA disse...

É verdade mesmo. Eu ontem até me coçava com o diabo das etiquetas que as cuecas tem e que me incomodavam à brava. Nas camisolas é o mesmo, que grandes são as etiquetas agora, vai tudo fora!Cortado rente com cuidado para não cortar o pano.
Quanto às revistas cor de rosa, acho que a maioria das mulheres focadas não têm qualquer interesse, não há nada para contar, nem percebo porque insistentemente falam delas, sejam de ex futebolistas, ou não. Algumas são chamadas empresárias, porque não sabem o que lhes hão-de chamar, deduzo eu. Empresárias de quê?
Beijo para ti e para os miúdos.