segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Epidural, para quê?

Alguém meteu as vistas num programa bastante péssimo no TLC (só podia), cujo tema principal não consegui deslindar, mas que metia uma mãe que teve um orgasmo quando pariu e ficou felicíssima e fez disso alarido público?
Depois ficou muito decepcionada, porque no nascimento do segundo filho não teve outro orgasmo.
Será que a mulher, quando o puto crescer, lhe contará: Ai filho, que lindeza de momento comovente e sensual que foi o teu nascimento. Olha aqui o filme, não foi lindo? Agora sou eu a gemer de prazer, enquanto tu me provocavas orgasmos múltiplos.
Sabem aquele mulherio que se pela por contar, a outras grávidas, a história dramática do seu parto, que envolveu duzentas horas de trabalho de parto, transfusões, rasgões, pontos, enfermeiros e médicos fdp e experiências de quase morte? Pois, nada a ver. Este é um relato Kama Sutra do parto.
Quanto a mim, dispenso ambos os dois eles, os relatos.

17 comentários:

Alexandra disse...

Também vi incrédula o programa.
O ar de desilusão dela no parto seguinte... enfim.

DNC disse...

Já lhe meti as vistas em cima, mas muito de relance porque achei mau demais para ver até ao fim.

Rita disse...

Não vi esse programa, mas são várias as mulheres que descrevem a vivência de orgasmos durante o parto. Parece-me mesmo que não há mais relatos por pudor.

Se tiveres curiosidade sobre o assunto vê o filme Orgasmic Birth!

Melissinha disse...

Não sei. Este tom grená distrai-me.

Naná disse...

Então e uma senhora (nórdica acho eu)que vi numa reportagem dizer que adorou amamentar o filho, porque sempre que o fazia tinha orgasmos??!! Vi isso aí há uns anos atrás...

Cat disse...

Eu nunca tinha ouvido falar em tal coisa mas também dei com os olhos nesse belo programa que se chama "estranhas atrações" (ou algo do género) e fiquei atónita não só com o facto em si ser possivel mas por haver quem o relate e espere em cada parto... Estamos sempre a aprender.

Cat disse...

Orgasmos a amamentar?! OMG espero que ela nunca conte isso ao filho.

Ginguba disse...

Ai que letrinhas pequeninas!
:)

Joanissima disse...

Tu agrenazaste o blog pq??
é a Quaresma a bater aqui???

Joanissima disse...

Eu senti um orgasmo foi quando percebi aque aquilo tudo tinha acabado.
Mas foi um orgasmo mental que eu sou-se-me uma leide.

Ana C. disse...

Chatas do caraças avessas à mudança. Anda aqui uma gaja a tentar mudar e depara-se com velhas do Restelo. Vou meter tudo como estava, que também a mim me custa outro tom.

Joanissima disse...

esta cor é uma merda, pá!!!!
bota-lhe um tonzinho mai menito!!!
o outro nao era mau, mas era um nadinha seboso... nem era nem deixava de ser... arroja-te, mulher!!!!POWER TO THE WOMEN!!!!


(eu havia de tirar umas férias, pois havia?)

Ana C. disse...

Mas antes vou tentar um azul cueca.

Melancia disse...

Não vi o documentário, mas há um ano, algures no site do centro onde fiz a preparação para o parto vi um vídeo chamado Orgasmic Birth!! Eu, que sempre quis muito muito um parto natural, já tinha assistido a muitos e sempre achei um momento lindo (apesar de se passar num cenário de guerra), achei que ter orgasmos durante a expulsão dum ser com 35cm de perimetro cefálico não era bem a minha onda! E não foi!! Mas bato palminhas a quem conseguiu!!
Adoro ver essas teorias muito alternativas e muito naturas e tal... ah e tal vou ter o bebé em casa, numa bacia grande cheia de água, não vou dar vacinas ao menino e coiso porque é mau!

Melissinha disse...

Foda-se, ganda merda de cor de blogue.

_ba_ disse...

Vi isso no Domingo. Sinceramente ou eu sou "anormal" ou então existem pessoas muito malucas ...e depois engravidar outra vez e esperar ter outro parto "orgásmico" ...já me horrorizou ver que ela teve os 2 filhos numa banheira em casa ...é triste ...

triss disse...

Há maneiras mais rápidas e práticas de ter um orgasmo, sem ser ter um filho.