domingo, 22 de agosto de 2010

Toddlers and Tiaras

De cada vez que tenho um lampejo deste programa absolutamente vomitante chamado Toddlers and Tiaras, pergunto-me, como é que é possível.
Possível existirem mulheres destas a parirem miúdos, possível existir um país onde é permitido este tipo de concurso, possível existirem pais que assistem impávidos e serenos à esquizofrenia da mulher para com as filhas/filhos, possível conceber-se este tipo de concurso para bebés.
Estas mães, com graves problemas de identidade e traumas de infância, que fazem questão de viver o sonho da Cinderela através das filhas obrigam as miúdas (e miúdos também sim) a passarem pelo crivo de jurís, dentes postiços, unhas falsas, bronzeado artificial, vestidos de cabaret, laca no cabelo, prémios de dinheiro, frustrações, competição, vaidade, futilidade, tudo em nome dos seus próprios sonhos.
Roça a psicopatia, ouvi-las justificarem tudo com o bem estar e gozo das filhas e depois ver as crianças com birras, amuos, sono, impaciência por terem que se sujeitar ao desfile de beleza infantil.
Eu gostava de tecer aqui uma verdadeira tese sobre como é triste vermos estas coisas acontecerem e ninguém fazer nada quanto a isso, mas a realidade é que só me ocorre a palavra bigorna, juntamente com a cabeça destas mães.

18 comentários:

Maria João disse...

É nojento, sim. Já vi cerca de 2 ou 3 vezes e cada vez fico mais impressionada e questino-me como é possivel!!! Vi um documentário sobre este programa em que queriam ver até onde as mães estavam dispostas a ir para que a filha ganhasse o concurso. Disseram a uma mãe que a filha, que deveria ter uns 3/4 anos, estava gordinha e a mãe disse muito prontamente que faria dieta!! Imagina. Não dá pa minha cabeça...

PP_FANTASMA disse...

Isto o mundo já não é para pessoas, parece-me:/
Ks

MARIINHA disse...

Olá Anacê,

Já vi isso. Faz parte do que eu costumo chamar de "americanices". Há coisas que aquele gente faz, que pura e simplesmente acho que só ali. Pelo menos com aquela loucura toda.
Acho uma coisa aberrante. São crianças e aquela gente maluca não saberá ver isso? Pelos vistos não.
Bom fim de semana

Precis Almana disse...

A única vez que achei "piada" a concursos assim foi no filme "Little Miss Sunshine", que felizmente goza com aquilo à força toda. É ridículo mesmo, mas os norte-americanos têm coisas que não lembram ao diabo...

Cat disse...

É nojento mesmo e mais do que isso, para mim é crime, os pais não deviam apropriar-se assim da vida dos filhos, privá-los da essência do ser criança, deixa-me doente.

A. S. disse...

também escrevi sobre isso no meu blog... chocante,é a primeira palavra que me vem à cabeça. é com cada exemplo de mãe que às vezes lá apanho que só a pontapé, sinceramente. dava para escrever muito e muito sobre este assunto,mas fico-me por aqui. excelente post :)

Inact disse...

É horrível mesmo, repugna-me e também já me manifestei sobre isso há tempos. Repugna-me ainda mais o facto das mães alegarem que o fazem para criar a bolsa de estudos universitários para os filhos. Mas então essa não é a obrigação dos pais?! os filhos é que têm de pagar o seu direito à instrução?!

Ceres disse...

A imbecilidade daquela gente é coisa para me deixar de boca aberta durante minutos...
Com tantos estudos que a comunidade científica e psiquiátrica faz por aí, eu gostava que analisassem os efeitos nefastos que estes comportamentos terão no desenvolvimento emocional destas crianças. Com que valores e sentido de auto-estima crescerão?!

Manuela disse...

Ana C, a primeira vez que vi este programa, fiquei de boca aberta, literalmente de boca aberta, como não entrou mosquito, saiu palavrão (o que é muito raro, em mim). Depois cheguei à conclusão que tu chegaste : as mães projectam-se nas filhas e não existem pruridos nenhuns no que se faz, para obter a corôa de plástico. Isto é violência psicológica; mas desconfio que também deve existir, violência física.

Isilda disse...

Hahahahaha,parecem que estão a mascararem-se para o carnaval!
Eu vi uns vídeos entre os quais havia uma menina que parecia exactamente a Eva Longoria!
Estavam todos tão giros!
O programa até pode parecer estúpido mas havia algumas crianças que gostaram de ser princesas.
Outra coisa que me chamou a atenção foi os adultos tratarem as crianças como se fossem grandes...hahahahaha!

Maria. disse...

Ai valha-me deus, eu não conhecia isto. Para mim não é só para verem as suas fantasias projectadas nas miúdas, mas também pelo belo do dólar. Um horror.

I. disse...

Já reparaste que as mãezinhas eram gordas e feias que doía? Jasus, aquilo é cá um freak show, tanto credo por causa da pedofilia e fazem-me paradas de lolitas que são um petisco para tarados.

**SOFIA** disse...

eu quando vi esse programa tive exactamente o mesmo sentimento que tu e tb escrevi sobre ele.
é de facto algo inacrditável o quão doidas são aquelas pessoas, psicopatas mesmo.

a propósito dessa cena deixo a sugestão do fantástico filme "Little Miss Sunshine" - é LINDO!

**SOFIA** disse...

já agora, "auto-publicidade" :D

http://redondaquadrada.blogspot.com/2010/03/freak-show.html

Melissinha disse...

Só tenho uma palavrinha para defender o coitado do programa, que até é bem giro! Don't blame the messenger! ;)

Sobre a tradição dos pegeants, está tudo dito. É um desvio comportamental de white trash sulista americano e um mundo relativamente pequeno, pelo que sei. A maioria dos concursos é assistido apenas pelos pais das concorrentes.

Melissinha disse...

PAGEANT.

gralha disse...

Para o ano vou participar. Os meus meninos são lindos demais para os guardar só para mim e não lhes estender o tapete da fama antes que lhes caiam (ou nasçam) os dentes de leite.

VDA disse...

Se tivesse um blog generalista já tinha feito um post tão parecido ao teu Ana... Que coisa mais horrível. É como dizes, a frustração das mães a criar traumas nas miudas. 90% são mulheres que julgam que perderam algo por teren casado, ficaram gordas depois de ter filhos e vivem frustradas dentro do seu fato de treino. Têm miudas loirinhas e vá disto... Há miudas a berrar quando arranjam o cabelo... outras já com tiques de estrela caprichosa... enfim. Tinha visto a apresentação e uma vez vi um programa para saber como era. Foi um emq ue o pai chegou do afeganistão e estava todo orgulhoso das filhas. Salvo erro a mulher já tinha chegado a fazer empréstimos no banco para comprar o que precisava... ou estou a trocar histórias... Fiquei triste com aquele program, dos únicos que não vejo naquele canal...

Ía dizer à Gralha para vir cá comentar mas fui ver e ela já garantiu que para o ano vai participar com os dela, lol! Uff, fico mais descansada por ela, vai entrar num mundo único (aquelas mães são das que não usam biquini Gralha, vão-te esmagar, LOL!)