sexta-feira, 22 de abril de 2011

Dentro do Meu Coração

Dentro do meu coração, habitam filmes pequeninos. Filmes que nunca foram sucessos de bilheteira, que nunca foram sucessos ponto. Mas que nunca esqueci. Vá-se lá saber porquê, há duas mãos cheias de filmes pequeninos dentro da minha vida. Filmes que não sofreram a erosão do tempo na minha memória. Filmes que me fazem feliz por tê-los visto.




6 comentários:

Naná disse...

Nunca mais vou esquecer o dia em que o 2.º filme que falas... estava numa sala com meia dúzia de pessoas acompanhada de colegas de faculdade! E todas nós adorámos o filme porque parece mágico!

ex ana disse...

Um deles é também um dos da minha vida. Não sei bem porquê. Pela beleza das imagens, pela beleza à flor da pele e grandes planos daqueles filmes em que se ouve a respiração...a vida está quase ali na tela.
Dois ainda não vi...mas fiquei com vontade já que a selecção promete!

Moleskine disse...

antes do amanhecer... gostei tanto!

Hugo Carvalho disse...

Ando doido por mostrar o conto de verão à melissa. Nunca consegui, mas adorei o filme.
É engraçado que nunca conheci ninguém que tivesse visto o sofá em nova iorque. Finalmente alguém!

Ana C. disse...

E estou convencida que foi o Sofá em NY, que originou a moda do Couch Surfing (ou lá como se chama) :)

Ana C. disse...

Meninas e menino, ainda metia aqui muitos mais filmes, que vi em cinemas pequeninos, que já fecharam. O Carla's Song tem uma das músicas mais bonitas que já ouvi em cinema e o Conto de Verão, deliciou-me do princípio ao fim e, no fundo é um filme onde não se passa nada.
Também vi o Conto de Outono e adorei.
Hugo, eu acho que conheço alguém que comprou a colectânea do Rohmer, penso que estão lá os contos todos. Se sim, tratarei de os pedir para vos emprestar ;)