domingo, 21 de dezembro de 2008

Love Actually



Depois de um típico domingo em toda a acepção da palavra domingo. Consegui aterrar no sofá, entre o final do trabalho e a sesta da Alice e num zapping desenfreado, daqueles que só uma mulher em busca do esvaziamento cerebral é capaz. Apanhei o Love Actually na minha cena preferida.
Alguma coisa tinha que correr bem no meu domingo.
Aqui fica mais um filme brilhante em todos os sentidos.
"As coisas são claras para mim, não preciso de provas"

2 comentários:

Melissinha disse...

Esse filme é maravilhoso!
Para mim a grande cena é a declaração de amor lá do gajo com os cartazes, choro a bom choro todas as vezes que vejo, grande patética.

Agora nesta fase hormonal passo longe desses filmes, já me chega chorar porque o ananás está verde ou porque não encontro o skip baby que comprei.

refogadoehortela disse...

É "o" filme de Natal. Mai'nada!