quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

A Minha Inspiração


Uma mulher que pegou no seu sofrimento interior e o transformou num dos livros da minha vida: Paula.
Depois encheu-se de coragem e voltou a transformar a própria vida num livro mágico, levando-me através da Soma dos Dias (dos seus dias) fazendo-me sentir sua cúmplice a cada página, a cada passagem.
Porque é que depois de um livro assim, fica um vazio tão difícil de preencher? Uma saudade que mais nenhuma história leva embora.

1 comentário:

Melissinha disse...

Muitos dos conceitos de educação que quero aplicar com o meu filho vieram desta senhora. Lembras-te da "parede da vida", da Casa dos Espíritos, acho eu? A menina tinha uma parede para desenhar, escrever, pintar tudo que lhe viesse na alma.

Isso é que é saber ser mulher, ter tanta coisa cá dentro que um caderninho não chega, temos de ter uma parede mesmo.