terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Há Palavras Assim

Há expressões absolutamente fantásticas. Daquelas que não escutamos durante anos e de repente, saídas assim do nada, do silêncio repleto de tédio das mesmas expressões ouvimos da boca de uma bisavó:
- Vê lá se não queres uma palmada no tutu!
Como é que fui esquecer a palavra tutu, como é que nunca a utilizei para ironias polidas do género:
Aquele senhor gosta de levar no tutu, não te parece?
Aquela senhora é uma dor de tutu, não achas?
Credo que tutu tão gordo!
O meu tutu está inflamado, passa aí o Halibut!
É oficial, hoje mesmo reabilito esta palavra na minha vida. Acho indecente que a deixem morrer.

9 comentários:

Lia disse...

verdade! Tutu...a minha avó ainda a diz...

Precis Almana disse...

Ahahahah
Tu..tu é brincalhona!

Lídia Borges disse...

Concordo!

Não se pode ignorar assim um tutu...

:))

PP_FANTASMA disse...

Esta, confesso, passava-me ao lado:/
Ks:)

Cat disse...

Que engraçado eu digo sempre tutu, não sabia que estava em desuso, digo-o às minhas alunas, digo-o ao meu filho de 3 anos, tutu...é giro!

I. disse...

Oh, que emoção. Usava-se tanto, quando eu era pequenita e realmente caiu em desuso. Nem sei quantas vezes ouvi esse "vê lá se queres um tau-tau no tutu." :D

Miguel disse...

Eh eh eh, faz lembrar uma canção "pimba" d'uma fulanas armadas em boas cujo refrão reza:
TUTU, TUTU, MEXE O TUTU!!
(ou, versão alterada:
TUTU, TUTU, MEXE O CAGUEIRO!!!)

Izzie disse...

oh ana, hoje vi um livro com a mesma imagem que a que tu tens na capa do teu??? fiquei logo alerta porque pensei que era o "A vontade de regresso" mas nao...

gralha disse...

A minha Avó também diz tutu. Mas a minha preferida dela ainda é a "pombinha" :D