sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Cat Woman

Hoje saí de casa com o António e encontrei um gato vadio (provavelmente o que vem mijar contra o portão da minha garagem quase todas as noites) a dormir em cima da mesa do jardim.
O que é que eu fiz?
1- fui buscar um balde de água e traumatizei o bichano, para que não mais penetre na minha propriedade, urinando-a e dizendo ao mundo que é sua.
2 - Fui buscar uma vassoura e corri o bicho à vassourada, para atingir o fim do ponto número 1.
3 - Ladrei de modo enlouquecido para o matar de ataque cardíaco.
4 - Face ao olhar embevecido do António, fui buscar um pratinho com leite e alimentei o bicho?

Ainda não estou em mim. Daqui a nada estou a publicar imagens de gatinhos rebolando com novelos de lã e transmitindo mensagens de amor.

8 comentários:

Melissinha disse...

Por um minuto pensei que tinhas adotado o gato.
NÃO ME DEIXE SÓ, CASACA.

Melissinha disse...

Peraí, dentro da tua casa? hahhah adotaste o gato. Traidora.

Lídia Borges disse...


Fico à espera dessas imagens. ;)


Lídia

Ana. disse...

A bem da nossa amizade, espero que lhe tenhas ido buscar o prato com leite...
;)

gralha disse...

Passei as férias a 3)

(ahahah! agora é que me trucidam)

Naná disse...

Eu tenho que não mija mas entra-me no quintal e dorme no meu tapete...

Rachelet disse...

Com glitter. Gatinhos com glitter. Arrasa logo com tudo. :)

Joanissima disse...

Estou com a 'nha Ana. Se não lhe foste compra um coisinho de whiskas, não voltas a entrar cá em casa.

Os gatinhos são lindos, todos, mesmo aqueles que mijam nos portoes alheios. Esse xixi lá deposotado já era a prova que ele te queria, que ele sentia aquela casa como o seu território.

ELEVA A TUA ALMA, HEREGE!!!