quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Tem sido assim

Aconselhado pela minha book adviser (sim, eu tenho uma, que nunca me deixa ficar mal e que, pasme-se,até trabalha numa livraria). Ela falou-me em medinho, mas é mais do que isso. É para o cagaço puro e duro. Daqueles que  não nos deixam  ir fazer xixi durante a noite:
(tentem lá dizer o nome desta escritora numa livraria, sem terem ataques de riso)


 Para quem gosta de Nick Hornby, este escritor fez-me lembrar o estilo adolescente, descomprometido e inteligente, mas em jeito profundo e comovente. E a capa, senhores, a capa? Não é perfeita? Li em dois dias:



 Para quem gosta de melhores escritores do universo (sim, espaço incluído). O Zafón dá-nos vontade de o ler com um pequeno caderno de apontamentos, para copiarmos as tiradas geniais :) E deixem-se de merdas, que é escritor da moda e afins, porque não é possível passar-se pela vida sem ler este gajo.

E tem sido isto e mais outras tantas capas e letras e histórias que me têm lançado nos braços da leitura de forma doentia, como já não acontecia há anos.
Agora aproximem-se livrarias virtuais e ofereçam-me vales em troca de publicidade! Para quando, hein?
Também consumi alguns livros de capa e título duvidosos, mas que me surpreenderam pela super positiva. No entanto, o meu orgulho de gaja intelectualmente superior, não me deixa enfiar aqui tais capas e tais títulos.

11 comentários:

Naná disse...

Por acaso vi o do John Green há dias na newsletter da bertrand e fiquei encantada com a capa e despertou-me a atenção a sinopse...
Mas a lista de livros em "espera" já são tantos que nem sei quando teria tempo para lhe pegar...

Ana C. disse...

Naná, eu pura e simplesmente deixei de comprar livros em catadupa, como fazia antigamente. Acabo de ler um, parto em busca de outro, sem stress, nem compulsão.
Se vejo algum que me desperte interesse, entre leituras, guardo a nota mental, ou escrevo.
Aconselho vivamente o do John Green. Anota, que ele não vai fugir ;)

EIMV disse...

Estava mesmo a precisar de ideias para leituras. Parecem-me interessantes estes! :)

Ana C. disse...

EIMV, se queres comover-te, lê o do John Green. Se queres borrar-te, lê o da Yrsa. Se queres sorrir como boa escrita e boa história, compra qualquer um do Zafon.

Pekala disse...

:)

Ana C. disse...

Cá está ela! A Pekala é a minha book adviser :)

Melissinha disse...

Vou descoser-me sobre o resto das tuas leituras.

Naná disse...

Pois eu há muito que também deixei de os comprar em catadupa e principalmente até comecei a evitar passar em livrarias e zonas de livros nos hiper.
Tive mesmo que começar a anotar!
Além disso, ando numa de empréstimos, não gasto dinheiro e vou tendo livros para ler!

Annie disse...

Conheço o livro do John Green e o do Zafón e gostei de ambos. Tb posso recomendar o livro "A rapariga que roubava livros" de Markus Zusak. Muito bom. really

Ana. disse...

Eu ando indecisa entre começar O Jogo do Anjo, do Zafón, ou o Freedom do Jonathan Franzen...

(entretanto para trabalho, estou a ler o Calico Joe do Grisham e estou assustadíssima!!)

belle du jour disse...

Giveaway Chanel

http://belledujourlisboa.blogspot.pt/2012/08/giveawaychanel-6-meses.html

Participa!