terça-feira, 25 de setembro de 2012

Intenso é muito pouco

Como é que só vi isto agora?





3 comentários:

gralha disse...

E tão a propósito, na sequência das nossas conversas recentes...

(aquela relação pai-filha-avô deu cabo de mim)

pressão d'ar disse...

É um filme maravilhoso, pela mensagem, pela "crueza", pelos actores, pela sensação que nos dá de termos o privilégio de estarmos a espreitar para dentro de uma família tão longe, tão diferente.

Dulce disse...

É muito bom (daí o merecido Oscar). Aliás, o cinema iraniano é cada vez melhor, deixei aqui algumas sugestões:

http://agre-e-doce.blogspot.com/2012/08/uma-separacao.html