segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Bazale Chinês

Provavelmente os adeptos do Bazar Chinês, da loja do Chino, ou da tai-chi-do loja-do-clepe, vão atirar ovos virtuais na minha direcção, mas não quero saber, tenho que tirar este peso do meu peito, principalmente depois de terem oferecido à minha filha um jogo manhoso, revestido de um pó branco suspeito, coberto de arestas cortantes e de som ronfanho e estridente, capaz de fazer um mouco ressuscitar o tímpano.
Aqui vai:
Eu odeio as lojas do chinês.
Sim, já sei que tudo o que compro fora da loja do chinês é feito na China, mas o que é que querem, eu não gosto daquilo e ainda gosto menos quando me oferecem coisas vindas de lá.
Ainda recordo um Natal não tão distante quanto isso e uma mesa coberta de velinhas idílicas encarnadas que explodiram uma a uma como fogo de artifício em miniatura. Ora adivinhem lá de que loja eram provenientes as lindas e artilhadas velas?
Já para não falar dos guarda costas que cada uma dessas lojas contrata para andarem a perseguir quem se aventura a lá entrar, com olhar de ferro na direcção de cada cliente que penetra nas pechinchas.
Não, sinceramente, já sei que tem tudo fantástico e praticamente dado, mas estas alergias não se explicam e depois sou uma medricas do caraças e convenci-me que as sabrinas que eles vendem lá a 4 euros são feitas de pele de pénis de cão, revestidas de plástico explosivo que detona com o calor e não arrisco...

21 comentários:

Melissinha disse...

Agora há a DeBorla!

Miguel disse...

Não é que tenha algo contra a loja do chinês! Tenho é problemas com a falta de qualidade dos produtos que se desintegram assim que sais da loja!! O mesmo serve para as saudosas lojas dos 300!

Ana C. disse...

Melissa estou out, nem sei o que é isso...

Ana C. disse...

Miguel isso é dizer a mesma coisa de uma forma mais querida :)
As lojas do chinês estão na moda. As dos 300 já eram e não tinham tanto ploduto pala venda.

Disse disse...

Tletas!

Há que dale o valole justo! Que selia dos milhões de cliancinhas de quatlo e cinco anos que tlabalham alduamente 16 holas pol dia se não complassemos os malavilhosos plodutos????

P.S: Odeio escavadamente esses botequins. Para tirar definitivamente a paciência a um chinês é só comprar uma coisa que seja bem pequenina e não custe mais de 40 cêntimos. A seguir pagar com uma nota de €50, pedir o recibo e um saco de plastico para levar a mercadoria. Fica a ideia...

PP_FANTASMA disse...

Quando chegar o Verão, meio Portugal vai levantar vôo, com tanta explosão de calçado:)
Ks

Lia disse...

eu tenho sempre medo que me roubem um rim, um figado ou um coração...há por aí tanto boato, e onde há fumo...

gralha disse...

... e para não falar na injustiça que é para com os outros comerciantes! Para mim, é mesmo uma questão de ética não ir lá (pronto, com algumas excepções!)

Melissinha disse...

http://www.deborla.pt/, sua guinorantchi!

Flower disse...

Amiga,o ano passado. comprei umas sabrinas catitas e jeitosas(porque a minha mãe me chagava a cabeça com os sapatinhos "linnndoss" do chinês)que até deram um ar de sua graça.Não fosse o dia de chuva que apanhei,poças de água,e metros á frente,senti como que um calafrio,ao olhar para as benditas sabrinas,cortadinhas pelo meio,e a desfazer-se literalmente.Graças a Deus estava numa rua,onde sapatarias abundam,e logo as substitui.Mas que vergonha senti,quando ao experimentar os sapatos novos,me diz a menina da loja"sapatos dos chineses são bons para deitar para o lixo"!
Aiiiiii,que cena!
Até hoje,prometi a mim mesma ,que só se não puder evitar,ou por algo de força maior(entenda-se algo que precise á ultima hora)é que irei ás compras aos chinesitos!

Precis Almana disse...

Um dia mostro-te o que tenho de duas lojas em particular - há algumas onde nem entro - e nem vais acreditar que são coisas de lá. Mas é óbvio que não é tudo que se aproveita! Ainda ontem me gabaram a indumentária e..adivinha de onde era tão lindo vestido? :-p Algodão, de aspecto normal como se fosse vendido nas zaras desta vida.
E sabes, há umas imitações da marca Desigual (que já enjoo), cujos casacos custavam 80 euros na loja dos chineses (pois, também há coisas caras) e que eu vi anunciado num guia de compras da Time Out numa loja de tiazorras por 180 :-)
Mas nunca comprei brinquedos e sapatos comprei um para só porque tinha parte em pele, plástico não consigo calçar...

disse...

Eu sou como tu - só o cheiro põe-me a milhas! Credo.

Ana C. disse...

Disse descobli há pouco tempo atlás que até a UNICEF manda fazele as meldas que vende na China. Achas nolmale?????

Ana C. disse...

Pp Fantasma espero bem que não. Explosões de chulé tiram-me do sério...

Ana C. disse...

Lia ahahahahah, eles lá precisam de te roubar um orgão quando vendem os seus produtos com tanta facilidade? Eles estão ricooos!!!!

Ana C. disse...

Gralha eu nem falei nesse aspecto, mas sim, claro que penso nisso.

Ana C. disse...

Flower ahahahaha eu sabia que tinha razão, sabia que as sabrinas não eram de confiança :)

Ana C. disse...

Precis eu acredito que sim, mas o que é que queres, as alergias não se explicam...

Ana C. disse...

Bê todas têm um cheiro característico sim...

Ana. disse...

A mim o que mais me dana é que eles vêm para Portugal com subsídios do estado chinês e não pagam os mesmos impostos que eu. Têm cinco anos de insenção, porque o nosso governo acha que é bom incentivar o investimento estrangeiro, e quando os cinco anos acabam, passam os botecos para o nome do tio/filho/pai/sobrinho/ ou-o-catano-mais-velho e... sim! Mais cinco anos sem contribuir!!
E impostos para fazer andar o país?? Anda aqui a burra a pagar!


A modos que é isto que me irrita.

;)

Disse disse...

A sélio? A UNICEF? Que pouca velgonha. É uma tlisteza...