segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Duas Míticas Idiotices

Ontem ao ver o mítico Ídolos dei-me conta de duas coisas neste tipo de programa que me fazem sempre uma certa comichão cerebral:
1 - Enquanto o júri arrasa o concorrente, dizendo que a prestação foi fraquinha, a exibição vergonhosa, a decepção enorme, vemos o concorrente a sorrir e a agradecer a cada facada, como se de um rasgado elogio se tratasse. Exemplo:
-" A tua exibição foi péssima, desafinaste do princípio ao fim sua grande vaca"
- "Muito obrigada"
- "Não tens vergonha de teres sido tão má? Tu não cantaste, arrotaste!"
- "Ah obrigadíssima"
2 (mas não menos irritante) - Quando perguntam aos concorrentes sobre os seus anseios e objectivos levamos invariavelmente com a resposta:
Eu quero continuar a ser quem sou.
Mas que ventinho passará pela cabeça desta gente que concorre a qualquer tipo de programa que não pára de repetir esta frase, como se fosse um mantra?
Ai eu quero continuar a ser quem sou, ah ela é uma moça íntegra espero que nunca deixe de ser quem é.
Sim, pode ser a frase mais bela do mundo, mas soa-me sempre a estupidez o que é que querem?

19 comentários:

Lia disse...

acreditas que ainda não vi um unico episódio desta série? Parece-me sempre mais do mesmo... e eu também não quero deixar de ser quem sou: uma pessoa sem grande paciência para a tv sem ser para ver séries e filmes!

Miguel disse...

Além de que, para continuar a ser quem se é não se concorre a um concurso cujo objectivo é ser um ídolo!

Isa disse...

Essa de agradecer a mim também me deixou um pouco confusa...

Ana. disse...

A terceira idiotice mítica são os apresentadores!
É que não vai lá nem à lei da bala!

;)

Melissinha disse...

Hahaha a nossa Vitória não larga os cartões nem à força da bala.

I. disse...

Vi uns bocadinhos dos castings ou apuramentos, e devo dizer que muita gente que lá vai ou não tem amor próprio, ou noção, ou alguém que lhes faça ver a luz. Ou todos. Alguns cantavam pior que eu, e acredita que dizer isto é o pior possível!

Precis Almana disse...

Adorei a do "não cantaste, arrotaste" ashahahahah

PP_FANTASMA disse...

Bem visto:)
Ainda não me deixei apanhar pelos Ídolos, ando a Leste, completamente:)
Ks

Ana C. disse...

Lia este esá fraquinho, muito fraquinho. Não se pode dizer que haja uma grande voz, é tudo mais ou menos...

Ana C. disse...

Miguel nem mais, é essa idiotice que me transtorna. Que frase tão cretina!

Ana C. disse...

Isa acho que até o juri fica constrangido...

Ana C. disse...

Ana. não me aquecem, nem me arrefecem. Sabes que o formato do programa obriga a um júri composto por partes maléficas...

Ana C. disse...

Melissa ela também está fraquinha, custa-lhe arrancar...

Ana C. disse...

I. nos castings é impressionante ver por exemplo a corda que alguns pais dão a filhos que só sabem gemer. Dão-lhes força para irem fazer figuras tristes...

Ana C. disse...

Precis o meu já falecido avô dizia esta frase acerca do Pedro Abrunhosa, nunca a esqueci ;)

Ana C. disse...

Pp fantasma eles não me apanharam, eles não me apanharam, eles não me apanharam. Talvez se repetir muitas vezes isto se torne realidade.
Não me digas que foste outra vez para Timor? És um mistério.

Joanissima disse...

Eu só vejo a parte das pre selecções. Choro a rir com os cromos que lá passam. de resto acho inacreditavel que alguem se exponha a tanto, mesmo que o objectvo seja realizar um sonho.

Eu, quando quero realizar um sonho, espero pelo natal e compro-os já feitos. Já nem para realizar esses tenho pachorra. Dão muito cheiro!! ahahahahahaahah

Daniel Monferrato disse...

Ana, não é vento o que lhes passa pela cabeça. Muito menos ideias. Como eu dizia num dos meus posts são correntes de ar....

PP_FANTASMA disse...

Ana....Timor? Nã, isso já lá vai. Como se costuma dizer, "that's once in a life time":)
E "mistério", eu???
:)
Ks