quinta-feira, 22 de julho de 2010

Sou assim, o que é que se há de fazer...

Quando tenho um desabafo com alguém, a coisa pior que me podem fazer é um grande drama, um teatro brutal em torno de uma situação banal.
Desdramatizem-me, façam-me rir, dêem-me estalos, mas juntarem lenha, querosene e gasolina ao pequeno melodrama interior é que não. Não suporto, fico sem vontade de voltar a desabafar.

6 comentários:

Lia disse...

por essas e por outras é que não conto problema nenhum à minha mãe...

Lia disse...

por essas e por outras é que não conto problema nenhum à minha mãe...

Ana C. disse...

Lia ahahahahahahahah, na mouche :)

Maggie disse...

ai da minha boca tbém não saiem desabafos, só escritos no blog (foi para isso que o criei)...

Beijinho mto grande Maggie

Ahhh obrigada pela indicação da Clinica, eu achava que só se davam as vacinas no Centro de Saude

Precis Almana disse...

Ahahah
Pois, se antes achamos que se calhar o problema até nem é muito mau e se falarmos, naturalizamos, ficamos depois a achar que temos mesmo razão em desabafar, somos as pessoas mais infelizes à face da terra. Compreendo muito bem!

_+*Ælitis in Paris*+_ disse...

Somos tão complicadas! argh! ;)