segunda-feira, 26 de julho de 2010

A Vontade de Ir

Acordei com a sensação de que gostava de sair daqui. Não importava para onde, importava apenas sair.
Na bagagem o suficiente para recomeçar e dentro das minhas mãos apenas as mãos daqueles que amo.
Partiríamos empurrados pela vontade de ir ao encontro de qualquer coisa e adormeceríamos ao som do comboio que balançava suavemente nos carris. A Alice encostada no meu ombro, o António junto ao meu coração e o Hugo de braço enlaçado sobre todos.
Foi assim que acordei hoje, mas cedo percebi que tudo ficaria igual e que a força para sair de dentro dos dias semelhantes, não tinha despertado comigo neste dia demasiado quente.

9 comentários:

gralha disse...

Já tinha reparado nessa tua vontade. Mas é mesmo verdade que o fundamental se mantém e que as mudanças de que às vezes precisamos só podem vir com o tempo. É saber esperar...

MARIINHA disse...

Quem sabe Ana Cê., se mais cedo ou mais tarde não vos surge uma oportunidade e vão os quatro para qualquer lugar? Se tu e o Hugo têm "vontade de ir", como dizes, é meio caminho andado. Desde que não te esqueças do teu blogue e dos amigos da blogosfera que gostam de ti.

Catia disse...

Auguri per il tuo italiano...

Ana C. disse...

gralha, eu neste momento já não me importava de ir só viajar...

Ana C. disse...

Mariinha, isto provavelmente é vontade de férias. Espero ;)

Ana C. disse...

Catia eu adoro ouvir falar italiano e adoro a palavra auguri, mas quem é o meu italiano? :)

Catia disse...

Ho visto nun altro blog, Has-de ver Hasde. Auguri si usa da per tutto. io ho cominciato ad imparare l'italiano perche mi sembrava facile, adesso l'uso tutti i giorni per lavoro. lo parlo abbanstanza bene, i miei fornittori mi chiedono si sono italiana. sono anche affortunata che ho un cappo che mi porta libri, reviste d'italia ogni volta che va in Italia. pero non e facile perche nella tua mente c'e il portoguese e anche lo spagnolo, senza parlare nel inglese, che uso per lavoro(io vivo a Toronto). ma ti senti bene qd vai in Italia e puoi parlare, capire, senza che nessuno si accorga che tu non sei, ne anche vivi in Italia.

Ana C. disse...

Catia obrigada pelo teu comentário na língua que se canta e não se fala. Já sabes, vem sempre e por favor, sempre em italiano. Podes também insultar em italiano que não me importo :)
Auguri!

Catia disse...

Ogni mattina qd arrivo in ufficio la prima cosa che faccio e leggere 4/5 blogs, insoma i miei favoriti. lo vedo como un modo di mantenere informata di quello che succede in portogallo. se c'e qualcosa che mi piace molto lo faccio forward a mia sorella e ad una amica anche loro vivono qui. dopo c'e sempre correio da manha, expresso, publico, dn, dopo avere letto tutto questo posso cominciare a lavorare. Tu hai scritto un libro, si puo trovare facilmente a Lisbonna?