domingo, 19 de setembro de 2010

Ao que tens que ir, não podes fugir

Não quero, não quero, não quero, não quero. Tem que ser, tem que ser, tem que ser, tem que ser. Quero chorar, chorar, chorar, chorar. Mas vou sorrir, sorrir, sorrir, sorrir.
Agora digam-me se existe gaja mais ridícula que eu? Digam-me por favor.
Caramba, nunca a divisão entre a minha cabeça e o meu coração foi tão abissal e nunca o sorrir, quando tenho vontade de chorar, foi tão difícil.
Sou a mãe mais cool e para cima do mundo à sua frente, a estender a mão para um high five e piscando um olho cúmplice de cada vez que falamos na escola, quando por dentro me sinto a verdadeira galinácea a estender perigosamente as asas sobre a cria.
Caramba que nunca me disseram que ia ser assim. Caramba.

6 comentários:

gralha disse...

Vai correr tudo bem, vai correr tudo bem, vai correr tudo bem. É difícil mas não é tão difícil assim. E daqui a um mês já não custa nada.
(entretanto chora tudo o que te apetecer, mulher)

Melissinha disse...

Só custa o começo, só custa o começo, só custa o começo.

MARIINHA disse...

É assim mesmo AnaCê. Tu é que ainda não sabias. Mas felizmente passa, vai passar até voltar outra vez com o António. É assim, custa à galinha afastar-se dos seus pintos. Mas fazes muito bem em não mostrar como vais por dentro. Força, são só mais uns dias.

3Picuinhas disse...

:) eu chorei durante uma semana e fui a coisa mais gozada da redacção. Vai melhorando com o tempo, mas ainda assim, a primeira semana de aulas é sempre um desafio para mim :)

Luz de Estrelas disse...

:( Dói mesmo. É desabafar e sofrer até amenizar.

sofia disse...

E eu ao ler estes teus posts só quero fugir. pegar nela e fugir para bem longe, porque mais cedo ou mais tarde vou ser eu assim, nesse teu lugar, a sorrir quando vou querer chorar
e dizer-lhe para ir que vai ser giro e a querer agarrá-la para mim, num que já que aqui estamos vamos mas é passear...
Por isso vou ficar aqui neste cantinho, só para que saibas que estou contigo
(e vou acreditar que vai passar...)
Beijinho