quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Estado de Graça só Para quem Pode

Hoje sinto-me a pessoa mais velha do mundo. Quem inventou a idílica ideia que a gravidez é um perpétuo estado de graça nunca viveu comigo durante os 9 meses graciosos.
Cheia de afrontamentos, suspiro por tudo e por nada, impaciento-me quando não me entendem à primeira, encolerizo-me quando não me entendem à segunda, tremo quando estou mais de três horas sem comer.
As calças com aquele elástico que não aperta caem-me pelo rabo abaixo, fazendo-me sentir a mulher menos sexy que alguma vez caminhou no passeio das estrelas (tirando a MFL). A frase "Ó Mããããããe" ocupa todo o espaço sonoro dos meus minutos e odeio não ter paciência para ela.
Já troquei 3 pares de sapatos que acho maravilhosos na sapataria, mas depois de andar 200 metros percebo que foram a décima quinta má compra do mês.
Sinto que não sou suficientemente mimada e que ninguém aqui em casa me trata de forma mais suave e tolerante por estar a gerar um minúsculo ser dentro de mim.
Ninguém tem paciência para me aturar, mas toda a gente se queixa da minha falta de paciência.
Enfim, podia continuar, mas sinto que há pessoas com problemas a sério que iriam achar uma afronta estas minhas queixas quotidianas, por isso sigo em frente, sempre à espera de amanhecer de bem com o universo, mas com a certeza interior que a gravidez, pelo menos para quem não tem criados, é um estado muito próximo da terceira idade.

21 comentários:

Joanissima disse...

Eu entendo-te. As minhas hormonas saltam assim (e saltam as hormonas, e saltam as hormonas, Olé!!! olé!!!) durante a TPM. É de uma violencia feroz.
Pondera agora, contudo, a algália, a arrastadeira e a placa. Tudo coisas importantes e uteis para ocupar a tua cabeça hormonalmente superlotada.

E vem para aqui e insulta o Sócrates. Comigo funciona sempre!!

Ah!!! E já agora... isso daqui a uns meses passa!!! : )))))

Gabriella Monferrato disse...

Ana C., eu não sei como é estar gravidíssima. Sei como é estar menstruadíssima mas também sei que não se compara a uma "grande gravidez". O teu texto fez-me lembrar quando a minha mãe estava grávida do meu irmão mais novo. Eu andava em bicos de pés pela casa quando o que me apetecia era saltar-lhe para o colo, brincar com ela às cabeleireiras e coisas semelhantes. Bem, de qualquer forma, e com jeitinho para não incomodar muito, aqui fica a minha mensagem de apoio.

Sofizita disse...

Custa mas vai valer a pena. Agarra-te a isso! ;)

Kitty disse...

Eu já me sinto assim e n estou grávida, estou só gorda que nem uma porca :o(

Mas pronto, estou solidária contigo :o(

Ginguba disse...

Ana: Só para saber que não está só, ontem o meu marido disse-me q me ia oferecer um livro de reclamacões! E eu não estou grávida!
Um beijinho solidário e se não tiver paciência não precisa de responder a este comentário!
:)

Miepeee disse...

ui como isso esta por ai !!

HannaH disse...

eu tou como a Kitty, solidária contigo, apesar de me apetecer rir com a tua descrição, pk me parece k é so mau humor, ihihih

Melissinha disse...

Tão grávida, meu Deus. :)
Reclama, filha. Reclama que a hora é tua, pelo menos até Fevereiro. Reclama, cobra atenção, chama as coisas pelos nomes, sem medo e sem necessidade de ser correcta.
Eu gemi a gravidez toda e não me arrependo nada.
E os teus sapatos hoje estavam muito bonitos.

Miguel disse...

Grávida sofre...

Márcia disse...

Eu tb não achei muita piada estar grávida; vá lá até ao fim do 2º trimestre ainda vá que não vá, agora o 3º trimestre não deveria haver de todo!!!

O bebé a mexer lembrava-me sempre o filme Alien; depois tive dificuldade em encarar as rápidas alterações da forma do corpo, já para não falar das alterações hormonais e de humor...

De positivo só o facto de ter sido prá lá de mimada, mas possivelmente porque foi p 1º, ao 2º já não vou ter igual sorte. LOL

Banita disse...

Por aqui, a barrigota só trouxe algum sono, uma ou outra sensibilidade aos cheiros e alguma falta de apetite.
Mas que a minha miúda tb me tira do sério, ai isso tira! Mas, não é de agora, é de há muito tempo...
Já sentiste o bebé mexer? Eu desde a 8ª/9ª semana que o sinto, não todos os dias mas, vários dias por semana, sempre à noite antes de dormir ou mais raro quando estou a acordar. Cumpro o ritual do creme de manhã e à noite (que grande seca!!) e falo com a barrigota à noite quando não estou a cair de sono! LOL

Maria Manuela disse...

Bom eu não estou grávida e tirando a parte das calças a cairem-me pelo cu e de ter alguém a gritar oh mãe, de resto, estou na mesma que tu!

:)

Only Words disse...

Quer-me cá parecer que a culpa é deste calor abafador, que anda a toldar a calma de todos, pelo menos daqueles que não estão em férias! Amanhã será um dia MUITO melhor ;)

inesn disse...

concordo a 100%...nunca me queixei tanto na vida do que quando estive grávida!

(e estar grávida com um pirolito de 2 meses nos braços, hmmm?! e passar uma gravidez inteira com outro bebé a cargo?? isso, sim, uma maravilha!! ;p)

ergela disse...

Como eu gosto da prosa de uma grávida,fica assim...tipo coelho abandonado,estás igualzinha à minha cara metade quando estava grávida, de vez em quando a meio da noite acordava-me só para me dizer que se sentia a pessoa pior do mundo, e eu meio acordado meio a dormir dizia-lhe : Ó I quando tiveres a criança, vais estar muito pior, por tens (descobri depois de nascer que era trabalho a dois e que dava um parzer do caraças mudar-lhe as fraldas, ir aqucer o leite, sentar-me no maple da sala com a criança ao colo até adormecer, só que depois quem pagava era eu no dia a seguir, parecia um zombi)que atura-la, hoje em dia de vez em quando ainda tem essas "pancas" mas agora felizmente é só naquele dia(s) do mês em que as hormonas andam desorientadas,ainda bem valha-me Deus!Por isso no teu caso deve ser o mesmo caso, pensa que voltarás a ser a ser aquela mulherona de sempre.

:) Beijo (agora estiquei-me).

carlostgc disse...

Que a princesa cá da casa não leia isto! ehehehe

Força Mulher!!!!!!!!

Ana. disse...

O cansaço, seja lá que tipo for, é f*dido, não é?

Bj
;)

Shakti disse...

Como eu te entendo,já por lá passei, mas no fim tudo vale a pena!!!
Mas é mm como tar com o TPM, mas não só 4 ou 5 dias, são alguns meses...

Beijocas!

Ana C. disse...

Meninas e Meninos muito obrigada pelas palavras de apoio, partilhas de sentimentos tão únicos como os que nascem com o Sindrome Pré Menstrual e incentivos. Adoraria responder um a um, mas este calor impede-me até de gemer como gostaria :)

Marina disse...

Tu queixa-te à vontade que estás no teu direito!
Privatizei o meu blog. Eu sou tua seguidora e gosto muito de te ler, por isso, se também quiseres dar uma olhada no meu é só mandares o teu mail para marinapires79@hotmail.com Beijinhos

Izzie disse...

Oh minha querida. São as hormonas... desregulam tudo e tu que aguentes não é?

Deviam dar te todo o mimo e não reclamar a falta da tua paciência... Não me digas Ana, nem durante a gravidez seremos assustadamente mimadas??? Oh pah, desisto=)