sábado, 15 de agosto de 2009

O Caminho da Maternidade

O que mais odeio neste meu estado de bomba hormonal em contagem decrescente é ter menos paciência para a Alice, pois ela é a que menos contribuiu para me deixar assim.
Sei que não sou perfeita, que tenho momentos melhores, outros piores e ela já aprendeu a conhecer-me também, mas quando decidi que ia enveredar por este caminho da maternidade, foi com plena consciência de que ia pôr no mundo alguém que não tinha pedido para existir.
Não foi um capricho, uma carência biológica, um ir na maré. Foi uma decisão com os dois pés na terra e o coração nas mãos. Uma decisão de peso que iria mudar o rumo dos meus passos para o resto da vida e eu sabia disso.
Com ela chegou tudo o que não sabia possível e uma capacidade quase infinita de me reinventar todos os dias. Em vez de um grunhido mal humorado às 7 da manhã quando a voz dela me acorda, sai-me um sorriso ensonado e forçado.
Em vez de um grito zangado quando quero simplesmente ficar sozinha, um pedido para que me deixe só mais cinco minutos antes de ir ter com ela.
Por tudo isto me tiro a mim própria do sério com este meu novo estado de impaciência crónica. Simplesmente porque ela não merece menos de mim, nem metade de mim.
Não merece uma mãe diferente só porque decidi empreender mais uma vez este caminho.
Sei que vai passar. Quando este calor infernal se for embora, também eu vou ficar mais leve. Mas até lá, apenas posso assegurar-lhe que a amo imensamente e que a culpa deste meu estado emocional não é dela... É do PAI!!!!!

23 comentários:

socasmoinhosebicicletas disse...

Não é nada do pai, é tua e do pai, eh eh eh eh!
Vá lá, não andes assim, em menos de nada tens o pequenote cá fora e depois até te vais rir desta fase menos paciente. :-)

Ana. disse...

Tadinho do hubby!
Tu é que andas chata e a culpa é dele!?
;)

Precis Almana disse...

Ahahahahah
Essa fez-me lembrar a dos filmes cómicos, e de algumas mães com dores, que quando estão no parto só vociferam contra o pai da criança :-)

Ginguba disse...

Hoje já está mais fresquiho!...
Espero que esteja melhor, Ana.
:)

Ana C. disse...

Socas o pai tanto insistiu que eu acabei por ceder. E eu já estou a expiar a minha culpa, já ele ainda tem muito que expiar AH AH AH

Ana C. disse...

Ana. a culpa é dele, pois não parava de me massacrar para termos mais um filho. Agora tem que levar comigo sim ;)
Cá se fazem...

Ana C. disse...

Precis nem mais ;)

Ana C. disse...

Ginguba ainda não refrescou o suficiente...

Melissinha disse...

TÁ UM INFERNO DE QUENTE.
Também ando enfezadíssima com Deus e o mundo. Mas não te preocupes com as leituras dos pequeninos; Isso de achar que somos uns bruxões malvados é uma cena nossa.

Ginguba disse...

Benham pró Puorto, carago!
:D

AnaM. disse...

Ahaha..essas hormonas Ana :)

Ana C. disse...

Melissa hoje melhorei :)
Mas mesmo assim não sei porque trauma do passado, odeio descarregar em cima da filha...

Ana C. disse...

Ginguba olha que bou!

Ana C. disse...

Ana M não as desejo ao meu pior inimigo ;)

MARIINHA disse...

As mulheres vivem a gravidez de formas muito diferentes. Apesar de falares muito nas alterações hormonais,por que irias passar, não imaginava que isso mexesse assim tanto contigo. Leio o que escreves e desconheço-te.Tu, que me pareces uma pessoa de bem com a vida, sensível e tão ponderada.
Já te disse, que este calor não ajuda. Tenta estar mais fresca, nem que seja dentro duma banheira.Molha-te com frequência para refrescar, (se puderes, claro) Faz os possíveis para ficar mais calma, por ti e pela tua família. Esquece isso das hormonas estarem alteradas e vive a tua gravidez.
Era isto mais ou menos que te diria, se fosses minha familiar, ou amiga na vida real. Vou passar por aqui diariamente, mesmo que não comente, para saber como estás. Um beijinho

Ana C. disse...

Mariinha és muito querida, sempre preocupada e atenta.
De facto este calor abrasador não ajuda nada e tenho quase a certeza que é o responsável pelo agravamento do meu estado de espírito.
As hormonas dão muitos calores, é uma realidade e o calor em si tira-me as forças para as tarefas que tenho que continuar a fazer, pois a vida não pára, não é?
Sou uma pessoa super tranquila e pacífica que odeia sentir-se nesta impaciência.
Mas saber analisar a que se deve a mesma, é meio caminho andando para não ficar maluca.
Tenho a certeza de que vou acabar por acertar os ponteiros.
Obrigada!

Melissinha disse...

Hormonas = metáfora para todas as certezas, incertezas, dúvidas, angústias, novidades, perdas e ganhos que vêm com uma gravidez. Ontem comentava com o Hugo que uma gravidez é sempre a despedida de alguma coisa. E isso altera-nos.

Ao contrário da Mariinha, eu acho que este teu estado actual é extremamente coerente com o que és. Faz todo o sentido, pelo menos pelo que conheço de ti. E também acho que não é particularmente enlouquecedor nem para ti nem para os teus. É uma gravidez, só. Uma fase.
Por isso, acho que sim, faz os possíveis para te rodear de coisas que te façam bem mas, se o stresse aparecer, apareceu. Olha-o de frente e age de acordo. Quem te ama vai entender sempre.

Ana C. disse...

Melissa no What To Expect diz ali preto no branco que a culpa é das hormonas sim. Os calores da menopausa são em tudo idênticos aos da gravidez ;)
Penso que tens razão, como sou uma pessoa que gosta de ter tudo pacificamente controlado, este não conseguir controlar as emoções ainda me põe mais neura. O antecipar do que aí vem deixa-me ansiosa sim.
Eu gosto de desmistificar essa coisa de que todas as grávidas são resplandescentes e serenas. É mais um mito para lixar as mulheres quando se deparam com a crua realidade...

Melissinha disse...

Por mim púnhamos ovos.
O que quis dizer com metáfora é que se substituíres "hormonas" por "gravidez", tudo continua a fazer perfeito sentido. :)

Shakti disse...

E tua...LOL
Tavam lá os dois não? ;)

xxx

Ana C. disse...

Melissa as peixas são as minhas heroínas. Ficam ali a ver os Nemos a crescer nos ovinhos :)

Ana C. disse...

Shakti eu devia estar a dormir. AH AH AH
Agora a sério o Hugo é que insistiu e insistiu e insistiu e insistiu em mais um rebento até me fazer ceder...

Sílvia disse...

Essas hormonas andam a dar cabo de ti mulher :)

Espero que isso melhore rapidinho

bjinho grande****