terça-feira, 26 de março de 2013

Notícias da Silvina

Quando tive os meus putos (o meu puto, porque quando a primeira nasceu ainda não tinha blogue), a última coisa que me passou pelo corpo e pela mente, foi vontade de vir comunicar com o mundo virtual, por muito que adorasse toda a gente por aqui.
Quando estive dois dias com um ataque da gripe mais forte do universo, a última coisa para onde a minha pouca força anímica me enviava, era para o mundo virtual, já que estava a tentar lidar com o meu próprio mundo real.
São comparações pequeninas, face à doença da Silvina, bem sei, mas eu tento guiar-me sempre pela minha própria sensibilidade e colocar-me nos sapatos pouco confortáveis daquela miúda brilhante.
Vai daí, penso sempre que a Silvina não tem força anímica para andar por aqui a postar, mas nada mais. Isso não significa o pior, significa apenas que ela está doente e sem cabeça para escrever, o que é mais do que natural...
E, a quem andar preocupado, é apenas isto.
Beijinhos a todos
Ana C.

9 comentários:

Ginguba disse...

Obrigada Ana!
Ando sempre a pensar na Silvina, sabes?

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana C. disse...

Sei Gingubinha. Comigo acontece exactamente o mesmo. É uma mulher que nos deixa a pensar nela ;)

ana disse...

Tento pensar o mesmo e o teu blogue é sempre um dos sítios por onde me guio para serenar a minha preocupação pois sei que é complicado muitas vezes no meio de tudo ela pensar em escrever.

Obrigada :) E um beijinho também para ti, com um agarrado para ela!

Sandra disse...

Obrigada. Para quem espreita o blogue diariamente à espera de (boas) noticias, não é por mal, tem sido uma ansiedade crescente. Um grande beijinho para a linda Silvina.

gralha disse...

Obrigada.

(Beijinhos Silvina!)

Ana Sousa disse...

(obrigada)

saudosa disse...

Obrigada por nos tentares sossegar...

Todos os leitores da Silvina devem ter exactamente essa sensação...

Madalena disse...

Obrigada pelas noticias. Não vos conheço mas também penso nela e torço pelo melhor. Beijinhos pra ela