quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Se isto for verdade

Atiro desde já algumas pedras, muito provavelmente cheias de julgamento pecaminoso.
Não é o primeiro casal que namora anos e anos a fio, depois tem um puto e cabum.
Mas aparecer já com outra gaja, enquanto a mulher toma conta do bebé em casa, cheia de hormonas a borbulharem no seu interior, é mesmo reles.

18 comentários:

Melissinha disse...

Concordo sem reservas. Fosse homenzinho, metesse as necessidades pessoas ao bolso durante uns tempos e escolhesse um momento mais oportuno.
SIM, eu disse e subscrevo a barbaridade acima. Não se faz.

Maggie disse...

Ele e mto giro, e eu achava-lhe um piadao mas realmente isto e inadmissivel. Nao se faz!

Maggie

Naná disse...

E eu a pensar que te ias insurgir com a vidente que andou a enganar famosos :P

Famosos, ou não, creio que é uma tremenda canalhice!

Ana. disse...

Eu só acho que esta cena do amor não escolhe alturas nem convenções sociais ou morais. Sabe-se lá como estava a relação anterior? Acho de uma violência emocional muito maior ficar-se com alguém que já não se ama só porque há um filho em comum.

E ninguém está livre...

Ana C. disse...

Anaponto, não foi nada disso que eu quis dizer, do alto do meu assumido preconceito. Estava tudo supostamente cor de rosa e maravilhoso aquando da gravidez. Apareceram sorridentes e cheios de felicidade pelo filho que aí vinha. O mais provavel é o puto ter sido planeado e eles já andavam há colhões.
Sendo uma figura pública e, por uma questão de respeito à mulher que acabou de ser mãe da sua filha, SIM, EXISTE UMA CENA CHAMADA RESPEITO pela mãe dos nossos filhos, ele tinha mais é que ser homenzinho e guardar a pila dentro das calças, sim.
Momento cusquice over and out.
Ser deixada com um bebé pequeno nos braços e trocada por outra gaja, é uma cena que apela à minha cumplicidade feminina.

Ana C. disse...

Naná, vi há pouco tempo um filme chamado Red Lights, com o Robert de Niro, que fala precisamente sobre estes videntes que enganam meio mundo.

Melissinha disse...

Não acho que se deva prolongar uma situação de desamor durante muito tempo, mas deixar uma mulher com um bebé ao colo é horroroso.

Ana. disse...

Pronto, é neste ponto que as vossas vivências de mães entram em conflito com a minha vivência de não-mãe. Ainda assim, e assumindo o pressuposto meramente teórico da coisa, detestaria que o meu companheiro se apaixonasse por outra pessoa e ficasse comigo por piedade, para não me deixar sozinha com um bebé ao colo.
E TU NÃO ME GRITES, CÊ MARIA!

;)

Flow disse...

E eu que gostava tanto dele :) Já não o vejo da mesma forma...

Ana C. disse...

Olha lá, Ó ANAPONTO! Até pode nem ficar por piedade, MAS FICA A TOMAR CONTA DO PUTO, CARAGO! Que isto de andar de bracinho dado com outra pelas ruas, de ar alegre e fresco, enquanto a outra combate as estrias, muda fraldas e dá biberons, é CENA PARA ME FAZER IR AOS ARAMES.
Sou completamente irracional e parcial nestas merdas, eu sei.

Ana. disse...

Olha agora pais separados não podem tomar os dois conta dos filhos, queres ver?

Bem, we'll agree to desagree!

WOOF!

Paulo Ferreira disse...

... e quem é esta gente?...

_ba_ disse...

Bem eu comprei a revista e a fotografia que está na capa (bem como no interior) é da novela que ambos estão a fazer ...ou seja fala-se fala-se mas não se tem certeza de nada.
Porém digo-te que sempre me fez muita confusão como é um borracho destes "anda" com a Cláudia Cheu que é feia como uma porta :p

gralha disse...

Quão snob é eu não fazer puto de ideia de quem estais a falar?

Maria Francisca disse...

Imagens da novela.
Quanto à veracidade da estória, bem como os factos de facto, a ver vamos.

Ana C. disse...

Vi esta capa e fiquei estúpida, mas a realidade, é que um dia passou e as probabilidades de a foto ser da novela, dps dos vossos comentários, subiram para 100%, as probabilidades "de não ser bem assim", subiram para 90% e as probabilidades de eu me estar a cagar das alturas para o que de facto aconteceu, subiram para uns escabrosos 200%.
Odeio capas e títulos de revistas cor de rosa.

Ana C. disse...

Paulo e gralha, vocês provaram a vossa superioridade intelectual, sim. Quer dizer que nunca viram uma telenovela tuga, nem alguns filmes tugas, na vossa vida.

Melissinha disse...

Eu papo as revistas todas, sou uma ameba intelectual :D