terça-feira, 15 de junho de 2010

A minha Loiça é Outra

Além de jóias, uma outra coisa na qual não me ocorre gastar dinheiro é em loiça. Sim, eu sei que não é normal, que uma gaja que é gaja gosta do seu serviço da Vista Alegre, das suas chávenas de porcelana fina e de terrinas da sopa dentro de um enorme e pesado louceiro. Eu odeio.
Odeio porque ficamos agarradas ao serviço uma vida inteira e eu gosto muito de variar.
Odeio porque é tralha e ganha pó.
Odeio porque é sempre demasiado frágil para ir à máquina e tudo o que não possa ir à máquina está riscado da minha lista.
Odeio, esta é talvez a razão mais importante, porque não poderia atirar pratos à cabeça do Hugo quando me chateasse com ele, ou simplesmente partir a loiça toda para descomprimir.
Tenho uma espécie de louceiro parvo onde amontoo o meu elegante serviço da area infinita e os meus copos de cristal do IKEA, porque aqui quando se reúne a família toda é mesmo muita malta e não cabiam nos armários da cozinha.
Nesse louceiro rústico (um bocadinho rústico demais, já que até tem portas empenadas de origem) também repousam tímida e aristocraticamente umas chávenas de chá e café desse ícone chamado Vista Alegre, porque a minha sogra faz questão de me dar umas peças a cada Natal, mas são iguais ao serviço da area, só que mais caras e, lá está, não podem ir à máquina.
Gosto de olhar para elas enquanto beberico o meu café matinal por uma caneca com uns dizeres muito inteligentes que trouxe de Praga e elas gostam de olhar para mim. A nossa relação fica por aqui.

7 comentários:

Melissinha disse...

(Dei o meu serviço VA para caridade)

Maria João disse...

Lol. Até me ri. A minha mãe e tias dão-me peças da Vista Alegre praí desde os meus 11 anos!! A sério! Aniversário e Natal e toma lá um prato, uma chávena, agora o bule...Acho que o vou vender:) Inda por cima é daqueles mesmo estilo antigo e eu que adoro cor na cozinha! Desperdicio!

Cat disse...

ah ah ah
Concordo!
Acho que tudo o que tenho foram prendas incluindo de casamento, e chega!

sonho de bebé disse...

Tb não é coisa a que ligue importância, loiça! Tenho-a do mais rasco que há, para ir á máquina e partir-se á vontade sem ficar com peso na consciência.
Bjs

sofia disse...

Ora a minha relação com a louça é igual!
Uns pratos branquinhos do continente, umas chávenas do gato preto e copos e canecas do continente e ikea!
Vai tudo à máquina, parte-se e ninguém fica com pena - só chateado por ter de apanhar os cacos e ter de aspirar com toda a tenção e mais alguma que é para a cachopa não apanhar nenhum resto de vidro perdido!
E quanto a ofertas?... Não obrigada que não cabe nos móveis!
Assunto assim arrumado com a família

Sonhadora disse...

Eu como sou mais velhota aqui que a maioria dos bloguistas...sou mocinha para os meus 50 anitos...tenho loiça prática para a cozinha de todos os dias e tenho as "vistas alegres" no armário grande da sala para os dias festivos...ah e elas vão todinhas à máquina, ora se vão...aqui não há titias...bora lá para máquina de lavar e desenrasca-te que também não gosto de gastar as minhas unhinhas naquilo. Se não puderes ser loiça, fora da minha casa...

Sonhadora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.