sexta-feira, 4 de junho de 2010

4 Meses de Ti


O nome António ainda me parece demasiado adulto para ti que tens o sorriso mais doce do mundo.
Gostas de andar no marsúpio encostado ao meu corpo e a sorrir para toda a gente, desde o sapateiro desdentado, à senhora antipática do outro lado do balcão do café que se vê obrigada a largar a indiferença e olhar-te.
Os teus sons agora são mais meus e eu um bocadinho mais tua também.
Olhas as maluqueiras da tua irmã com um olhar sério que logo se transforma em gargalhada e olhas o teu pai como se tivesses ligado um interruptor de luz bem dentro dos teus olhos.
Gostas de tocar com o pé na grade da cama e segurares na mão a chupeta que logo atiras pelo ar, desesperado por ainda não conseguires encontrar o caminho da boca.
Não sei que cumplicidades teremos, que brincadeiras preferirás, se gostarás das mesmas músicas que eu, dos mesmos livros, se respeitarás os meus humores e eu os teus. Sei apenas que estarei aqui ao teu lado tentando dar-te sombra nos dias quentes e aquecer-te quando o teu coração se sentir mais frio.
Por enquanto envolvo-te no meu abraço apertado e desejo no meu íntimo que nunca te fartes dos meus braços...

19 comentários:

Lia disse...

oh.... não consigo deixar de me emocionar qd leio estas tuas declarações de amor aos teus filhos!

Melissinha disse...

TIA MEL MORDE

Precis Almana disse...

Ai que pernonga mais querida! Parabéns à mãe também!
Põe uma vírgula, mãe do António, senão parece o "Ti(o) António"

Matilda disse...

Olá,

Tem uma forma de escrever diferente. Começa os textos antes de iniciar o contexto. Coloca pontos finais onde eu entenderia melhor como uma virgula.

Interessante. Gosto de pessoas originais. Voltarei ;)

Ana C. disse...

Lia não faço esforço nenhum, estas coisas saem assim mesmo :)

Ana C. disse...

Melissa morde lá então, mas com crocs vai ser mais difícil...

Ana C. disse...

Precis ahahahahahahahaha Ti António vem cá filho!
Tens razão, mas vou é tirar o António.

Ana C. disse...

Matilda às vezes apetece-me pontos finais em vez de vírgulas, textos sem contexto e palavras fora de ordem. Sou a pessoa mais imperfeita do mundo, até mesmo a escrever.

Disse disse...

Ana C:

Estes teus desafafos de amor são das coisas mais fabulosas que há. Parabéns para ambos e um excelente fim-de-semana.

Melissinha disse...

Matilda, chama-se in media res, e antes de Rui Veloso e os Perfume, Camões já usava! :)

Ana C. disse...

Disse muito obrigada. Para ti um fim de semana com pouca, ou quase nenhuma merda, sim?

Ana C. disse...

Melissa minha In Media Res, quando não estou ocupada a mudar fraldas, ou a tentar a consistência de papa perfeita enquanto ponho o Canal Panda, sou Camões :) Fico feliz por teres entendido que o meu contexto vem sempre no meio de tudo. É que no meio é que reside a virtude.

Melissinha disse...

eu logo vi pelo tapa-olhos.

Ginguba disse...

Eu não li o livro do MST de que falas no post anterior, mas ao ler este sobre o teu filho pensei que tu, quando o escreveste, é que tinhas a mão de Sophia sobre o teu ombro, o sussurro do piano de Chopin ao ouvido e o filho dentro do coração.
Beijo grande e parabéns!

gralha disse...

E há cada vez mais bebé para envolver nos braços, tão bom! Muitos parabéns pelos 4 meses :)

lucia disse...

Emocionei-me... Lindo lindo lindo. Felicidades para o seu António, e para todos!

Ana C. disse...

Ginguba isso é que era tremendamente do caraças, já viste? Obrigada!

Ana C. disse...

gralha muito obrigada :)

Ana C. disse...

Lucia muito obrigada pelas tuas palavras :)