quinta-feira, 29 de março de 2012

Avacalhada ou Abandalhada, ou...

Sei que estou a um passo de dar entrada para o clube do abandalhamento pessoal, quando:
Percebo que adormeci com a luz acesa e, horror dos horrores, deixei sair dos meus belos lábios, um pequeno e quase imperceptível, mas mesmo assim repugnante, fio de baba.
Decido entrar na pizzeria para almoçar com os miúdos, olho para a minha puída Sweat-Shirt Abercrombie and fitch (Sim, roam-se de inveja os que são de se roer de inveja) e tenho uma chuva de nódoas de origem duvidosa na zona abdominal, mangas e ombros. Secas, asquerosas, fossilizadas e bastante chamativas.
Lembrar-me de colar post-its em todas as assoalhadas da casa e na porta da rua:
- Não permitir abraços dos miúdos,logo após a ingestão de bolacha Maria e na constância de constipações.
- Não comer esparguete sem envergar um fato de celofane sobre a indumentária.
- Retomar o sábio, mas esquecido, hábito de me olhar ao espelho antes de sair de casa.

3 comentários:

Irina A. disse...

Qualquer mãe que te olhe nesse estado estará solidária contigo. Nada temas.

Melissinha disse...

sua fashionista vaidosona

triss disse...

Quem tem filhos tem nodoas. Na roupa, entenda-se.