quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Amor e Pizza


Hoje fomos as duas almoçar fora. Fomos comer a pizza que mais gostas, fininha e crocante à italiana.
Mas em vez de quereres saltar para o chão, impaciente como é costume. Ficaste bem sentada na tua cadeira, em frente à minha e falaste. Falaste sobre tudo o que te apeteceu e eu ouvi-te, respondendo sempre que me exigias uma resposta.
Depois trouxeram uma pizza cortada em dois e comeste a tua metade com o olhar brilhante e extasiada pela tua parte ser igual à minha.
Eu fiquei a ver-te e a deixar-me consumir pela enorme emoção que é ser tua mãe. Cresceste filha e eu nem dei por isso...
Foi o meu momento de felicidade de hoje e só por ele já veleu tudo a pena...

4 comentários:

Melissinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Melissinha disse...

ivides a tua pizza em pé de igualdade com uma miúda de 3 anos?
Isso é que é honestidade, hehe.
Se fosse comigo, mal ela se virasse tirava-lhe um nacão. Aliás, é o que eu faço com o Hugo.





PS - Removi a outra porque tinha um erro de português :P

Melissinha disse...

A neura é de sentir cada uma das 24 horas a passar, cada uminha delas!

Já me arrependi de ter parado de traduzir, assim sempre tinha o dia todo ocupado. Mas a verdade é que a minha atenção já não é o que era, penso 50% nas minhas obrigações e 50% no bebé, parto, etc.

Já tou em modus pregnantus agudus!

JS disse...

Este post é uma delicia,e não é por cauda da pizza, é pelo amor e acima de tudo pela cumplicidade.

Não me canso de o ler

Obrigada :)