sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Histórias Para Crianças Sobredotadas


Sempre tive grande dificuldade em encontrar livros infantis com histórias escritas de maneira a que os miúdos percebessem (pelos menos os miúdos normais, sem dotes especiais) Que não tivessem palavras como "longínquo", "magnitude", "percepção" em livros para crianças de 2, ou 3 anos. Até há bem pouco tempo limitava-me a mostrar as gravuras do livro e inventar eu a história ao sabor da imaginação. Mas irritava-me o esforço que tinha que fazer de readaptar automaticamente o que lia e o que contava. Porque é que simplesmente não escrevem que o Nody estava debaixo do sol, em vez de o Nody está sob um dia soalheiro? Custava muito?
Mas de todos os livros que fui comprando há um que fica na prateleira dos favoritos como uma pérola da literatura infantil. É aquele que vou buscar depois de um dia menos bom, porque sei que nos vai arrancar gargalhadas incontroláveis. A mim e à Alice: "O Ruca aprende a usar o Pote". Para já a palavra pote. Pote de mel? Pote de banha? Não, na realidade é mesmo pote de merda, em português corrente, bacio.
Aqui deixo uma passagem imperdivel deste livro de culto:
"A seguir o papá virou o pote para a sanita. - O meu cocó! Gritou o Ruca, não querendo puxar o autoclismo. Agora o teu cocó vai pelos tubos de água para a terra e vai fazer crescer as plantas e as flores, explicou o papá". Para quê dizer, puxa lá o autoclismo que essa poia já mete nojo e não faças mais perguntas puto insuportável, ou parto-te a boca toda. Não, ele explica que os dejectos vão ajudar as flores a florir! Mas que papá maravilhoso.
Há outra passagem deliciosa em que "o papá apanha Ruca agachado no quarto e pergunta-lhe: Ruca, estás a fazer cocó nas cuecas? Para a próxima tens que usar o pote".
O que vale é que a minha filha já tem sentido de humor e se diverte tanto quanto eu com este livro.

5 comentários:

Sílvia disse...

Não pude deixar de rir ao ler isto. =)

Obrigada pela visita ao meu cantinho para saber como correu a frequencia. É daquelas pra esperar e ver, não sei mesmo. Foi correndo mas assim pro mal. Tem lá um post sobre isso.


bj***

McSleepy disse...

Tens toda a razão em relação às histórias perfeitamente desadaptadas ao miúdos. O que vale é que o meu filhote (21 meses) adora ver os desenhos e imita-los, bem como, mais recentemente contar os bonequinhos!
Quanto ao livro do Ruca (personagem que ele adora!), não vou descansar enquanto não o encontrar pois deve ser muito engraçado!
Sobre o bacio: o meu filho obriga-me a sentar na sanita enquanto ele fica no bacio. E não posso ter as calças vestidas...
:)

(quanto à história que publiquei lá no meu "bacio mental", não... não foi um sonho, foi bem real!!)

Ana C. disse...

McSleepy também já passei por essa fase de ter que me sentar na sanita, enquanto ela estava no "pote". E nem te digo as coisas que cheguei a fazer para que a dependência das fraldas desaparecesse aqui de casa ;)

Melissinha disse...

Se o Gabriel fizer cocó no pote em vez do penico leva um carolo!

Marieke disse...

Parei para lhe fazer uma visita...o que li é muito bom..parabéns pelo blogue
Marieke