sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

A Falar Nos Entendemos


Porque devemos sempre dizer àqueles que amamos o quanto os amamos.
Porque devemos sempre dar valor àquilo que temos sem termos que o perder para o fazer.
Porque devemos sempre agradecer por o termos é que digo sempre, digo muito.
Os homens tendem a pensar que as acções valem mais do que mil palavras e não deixam de ter razão, mas as palavras importam.
As mulheres adoram pedir que eles as adivinhem sem nada dizerem.
Mas as palavras exteriorizam, as palavras são o que imortaliza aquilo que fazemos. Para quê prescindir delas?
Chega de tentar adivinhar aquilo que o outro sente, numa busca cega por um sinal qualquer que nos dê rumo. Chega de buscar constantemente por aquele olhar, aquela acção que tudo diz. Vamos dizê-lo as vezes que forem precisas. Vamos falar, escrever, declarar até ficarmos roucos. Porque para mim a vida sem o dizer, não é viver.

8 comentários:

Joanissima disse...

Só é complicado quando as palavras faltam, quando não chegam para exprimir o (tanto) que sentimos.

É por essas e por outras que eu acho que "no more I love you's, language is leaving me".

Um abraço vale por mil palavras.
(e os olhos às vezes gritam...)

Ana C. disse...

Joaníssima, os dois complementam-se, ajudam-se, iluminam-se. Porque não um abraço e mil palavras? Um olhar que grita por dentro, com uma voz que grita por fora?...

Sílvia disse...

Concordo contigo mas as vezes em tão dificil exprimir o que sentimos em palavras...

bj***

Rainha Mãe disse...

E tu dizes tudo da maneira mais certa. Concordo inteiramente contigo. Não deviamos ter que perguntar para ter determinadas certezas porque elas deviam ser ditas constantemente. E é tão lindo falar de amor!...

Ana C. disse...

Sílvia, quem lê o teu blog não diria que tens dificuldade... Também podes exprimir aquilo que sentes através da escrita e isso tu fazes muito bem ;)

Ana C. disse...

Rainha Mãe, muito obrigada pelo elogio. Todos temos as nossas formas de comunicar e também acho que nunca devemos deixar de falar de amor.

Sílvia disse...

Mas tenho, por isso é que acho os meus pensamentos são tão sem sentido. Muitas vezes não consigo expor o que sinto de forma lógica e depois é uma grande confusão daí o nome =)
Mas é uma verdade que me consigo expressar melhor com palavras escritas do que com palavras ditas...

bj***

Eumesma disse...

Olá

Há uns dias que não vinha aqui, quero dizer, leio todos os dias mas nem sempre tenho disponibilidade para escrever (alis o meu post tem a data de ontem mas é de hoje há meia hora atrás), mas gosto mto deste teu cantinho..:-)
E concordo em absoluto, aliás até penso mesmo que no meu caso pessoal essa foi uma das razões da ruptura (entre mtas outros mais graves, claro), a incapacidade de o outro lado verbalizar os sentimentos, e eu não consigo lidar com pesoas assim, fechadas, que dizem que só tem acções e que essas é que contam...
Nãooooooo..essas contam, mas eu tenho que ouvir, tenho que dizer, que gosto, que amo, aqueles de quem gosto e tenho que escutar isso dos doutros, não sei explicar porquê mas se não o ouvir a minha insegurança é cada vez mais...

Aiiiiiiiiii, que gaijinha complicada que sou..;-)

P.S. Mas é isso mesmo, resumindo e conluindo.. " Porque para mim a vida sem o dizer, não é viver".

Bjs