segunda-feira, 22 de junho de 2009

O Mundo dos Blogs

O mundo dos blogs trouxe-me grandes surpresas, partilhas, cumplicidades. Fez-me descomprimir quando mais precisava, sorrir quando a neura parecia querer instalar-se, ver que existem pessoas em todos os cantos do mundo com sentimentos tão iguais aos nossos. Fez com que me preocupasse com amigos que nunca vi, que pensasse numa certa pessoa como se fosse conhecida de anos.
E nunca ter olhado dentro dos olhos de alguém tornou tudo um bocadinho mais mágico. Uma espécie de fé cega dos que se limitam a confiar nos seus instintos sem pistas físicas que ajudem a formar uma opinião.
Dei por mim a desejar partilhar momentos tão meus com alguns conhecidos incógnitos, imaginando apenas a expressão de alegria do outro lado do monitor, as gargalhadas libertadas sem que eu as escutasse.
Se por um lado sinto que teria aqui grandes amigos, por outro tenho um receio secreto de estragar tudo assim que os conhecer pessoalmente.
Cobardia, timidez, insegurança? Talvez tudo isso, ou talvez nada disso. Apenas a vontade de querer que as coisas permanecem por tocar, assim, perfeitas...

32 comentários:

Miguel disse...

Como eu te compreendo... também penso nisso e sinto esse receio de ficar desiludido com a "real thing"!! Porque o mundo dos blogs é apenas virtual e reflecte apenas uma pequena parte de nós, construimos uma imagem muito romântica acerca de quem escreve, com base nos seus textos e em pequenas pistas que nos revelam algumas coisas da sua personalidade e nada nos garante que essa pessoa seja, de facto, como nós a pensamos. Podemos estabelecer como exemplo: conhecer o nosso ídolo e concluir que ele é, na verdade, um sacana arrogante!!
Contudo, gostava de fazer a ponte do virtual para o real com alguns (não muitos, confesso) dos bloguistas que sigo.

Marcia Parassol disse...

Ana,
Já havia agendado um post sobre o Mundo dos Blog. E foi através deles que descobrir que é possível ter bons amigos, mesmo que virtuais.
Às vezes pego-me a imaginar como seriam certas pessoas que nas suas palavras tem algo haver comigo. Gostava de saber como é sua fisionomia, o tom de voz, a cor do cabelo, pois as palavras dizem muito o que somos. Podemos até nos decepcionarmos, mas tudo depende da forma que conduzimos este intercâmbio. Ainda são poucos os que me visitam e tudo é uma questão de estarmos aberto para novas amizades, mesmo que virtuais.

Melissinha disse...

Eu nunca saberia o que dizer, confesso. Porque conhecer blogoamigos pessoalmente é um blind date onde a outra parte nos conhece a fundo, às vezes até mais do que amigos de carne e osso.
Prefiro deixar como está, que já é muito bom!

Sílvia disse...

Devo dizer-te que gostava de conhecer alguns blogamigos dos blogs que sigo... Tenho curiosidade so isso. Se calhar não são nada daquilo que eu imagino e iria desiludir-me mas a curiosidade é mais forte =)

bjinho****

Joanissima disse...

Eu acho que pode bem valer a pena... Já tive suspresas feias mas a esmagadora maioria foi gantástica!!
Conhecer gente virtual e torná-los de verdade tem muitas coisas positivas. A maior delas, na minha opinião é que não há nada (mesmo nada) que chegue ao conforto de uns braços á nossa volta.
E há gente que merece esse passo em frente!!

JBrito disse...

Tenho uma ideia!?
Combina-se um espaço comum e previamente combinado, exemplo Praia Grande/Sintra entre as 17 e as 18 no Bar Mar Pescador e coiso no dia 20 Junho de 2019 deste sábado, vão “todos”, com a particularidade de, ninguém se apresentar a ninguém bebe-se um café e admira-se as pessoas ao redor. Com a obrigação mínima de não falar directamente com ninguém, não procurar ninguém, e discreto ao máximo.

Farto e cansando de Pessoas, para mim chega não quero mais, prefiro pensar que não existem, acreditem vocês são muito mais giros assim, não tenho que vos conhecer, nem quero os vossos problemas, a vossa presença fifica e principalmente o vosso cheiro, “saco” a vossa informação e utilizo e filtro o necessário e o que quero, contudo é uma prazer conhecer-vos, assim.
Ok?
Sim, pois claro.
Assim de modo que coiso e amizade relativa que vos presenteio.
Jorgebrunabrito

Precis Almana disse...

Percebo-te perfeitamente. E o Miguel diz algo sobre só se conhecer parte de nós e tal. Mas eu também acho que aqui acaba por sobressair uma parte que é muito nossa, e que acaba por nos definir muito. Por exemplo, lembras-te de me dizeres que sou muito descomplexada? E sou. Por isso, às tantas não sei. Acho que vale a pena quando sentimos que precisamos.

Ana C. disse...

Miguel nem mais. Tenho um medo terrivel dos baldes de água fria. Se bem que há certos blogues que nos dão a conhecer tudo, o bom e o mau. Pela escrita podemos conhecer muito de alguém que se queira mostrar pelas palavras. Outras pessoas há que não se expoem tanto e que mostram apenas uma faceta sim. É um mistério. Será que vale a pena abrir a tampa da caixa?

Ana C. disse...

Marcia eu sou uma pessoa ponderada em quase tudo na minha vida, ou seja, sou uma chata que tem sempre que medir os prós e os contras de tudo...
Mas penso que alguma dessa curiosidade seria posta de lado com uma simples fotografia :)

Ana C. disse...

Melissa é mesmo isso um blind date sem intuitos amorosos. O meu medo é ficar muda :)

Ana C. disse...

Sílvia eu também tenho curiosidade, mas por outro lado tenho medo. É como quando abres os presentes de Natal antes do dia 24. Uma parte de ti quer abrir, outra parte quer manter a surpresa desconhecida :)

Ana C. disse...

Joaníssima já conheceste muitos compinchas virtuais? A sério? Estás-me a dar uma bela novidade :)

Ana C. disse...

JBrito depois de ler o teu comentário abateu-se sobre mim a evidência: Tu és um Alien que anda aqui a sacar o que te importa dos nossos cérebros e não gostas de pessoas :)
Mas és um Alien coiso que nos faz rir com tanta alienação ;)

Ana C. disse...

Precis tal como disse ao Miguel, depende de quem estiver por detrás do blog. Há pessoas que se expoem mais do que outras. Mas muitas vezes só pelos temas que escolhem, pela forma que escrevem conseguimos dizer muito acerca delas...

João Pedro disse...

Se a Ana lesse o meu blog de uma ponta á outra, acabaria por me conhecer melhor que muitas pessoas a quem chamo de amigos. Porque talvez me expresse melhor a escrever que a falar. Porque não tenho tábus quando escrevo. Mas lá está. Haveria uma magia que se perderia no contacto directo. Todos nós vivemos um mundo de relações fisicas. Este é outro mundo, o mundo virtual. Tem a sua riqueza e podemos tirar grande proveito dele, pode ser muito gratificante. (Estou aqui á pouco mais de um ano e já falo assim.) Gosto de cá estar! :-)
Mas na minha perspectiva, está bem assim. Cada coisa no seu lugar.
Sem misturar as coisas, sem retirar aquela pureza natural e inata que o mundo dos blogs tem e que a nossa imaginação cria.

Beijinho e boa semana,

Kitty disse...

Não sinto "medo" com estas coisas. No fundo acho que ao conhecer pessoalmente as pessoas só vou reforçar a imagem que já tenho delas, não uma imagem física porque isso pouco me importa...

Temo por encontrar uma pessoa diferente daquela que conheci através da escrita, isso sim é que me poderia deixar triste, mas como acredito que as pessoas são genuínas e verdadeiras e que se dão a conhecer tal como são, julgo que não sofreria nenhuma desilusão.

Como tantas vezes eu digo, eu sou aquilo que escrevo, eu tenho o meu blog onde falo de mim e da minha vida. Sou aquilo que sou, e aquilo que sou é aquilo que mostro tanto na blogosfera como na realidade.

João Pedro disse...

O comentário da Kitty deixou-me a pensar:
"...eu sou aquilo que escrevo, eu tenho o meu blog onde falo de mim e da minha vida. Sou aquilo que sou, e aquilo que sou é aquilo que mostro tanto na blogosfera como na realidade."

No fundo, é como dizes, Kitty.

Kitty disse...

E não é que acabei de descobrir que há HOMENS com imenso bom gosto e que subscrevem palavras de grandes mulheres.
Bravo João Pedro!
ahahahahahah

Pronto, já tive o meu momento, e agora vou-me retirar ihihihih
;)

HannaH Sophia disse...

compreendo-te...
sinceramente ainda ando a pondera sobre o melhor a fazer...é um assunto que, nao parecendo, é bastante delicado..

MARIINHA disse...

Eu de facto tenho algumas pessoas com quem me comunico diariamente, que gostaria um dia de vir a conhecer.Pessoas que me parecem ser muito simpáticas e que com quem certamente seria muito agradável dar dois dedos de conversa. Por mim, não tenho qualquer problema em um dia vir a conhecê-las, e por acaso até acho que vamos falar muito, não vai faltar certamente tema de conversa.
Bjs

Ana C. disse...

João Pedro temos a mesma "patologia" eu escrevo melhor do que falo :)
Quanto ao resto, tudo o que dizes descreve bem o porquê da minha apreensão quanto a dar corpo a quem está do outro lado das letras...

Ana C. disse...

Kitty mas é óbvio que não me estou a referir à imagem física. Quero lá saber disso. Refiro-me mesmo ao interior sua tosca :) E eu sei que és aquilo que escreves, ou seja, és uma grande maluca (Ah Ah)

Ana C. disse...

Hannah nem mais. Parece simples, mas no fundo não é...

Ana C. disse...

Mariinha tu és uma descomplicada, já eu...

socasmoinhosebicicletas disse...

"Mas penso que alguma dessa curiosidade seria posta de lado com uma simples fotografia :)"


Não seja por isso, menina Ana, eu mando uma foto minha por mail. LOL

Only Words disse...

Achei interessante esta tua reflexão. Se por um lado concordo com o teu "receio", por outro quero acreditar que as pessoas se revelam, e muito,pela sua escrita. Seja como for, o mundo virtual é algo que tem tanto de cativante, como de enigmático ;)

Ana C. disse...

Socas filha eu disse isso a uma menina que gostava de visualizar o rosto por detrás das letras. Penso que essa curiosidade de dar forma à pessoa se satisfazia com uma fotografia sim.
Até digo mais podiamos combinar uma hora e um dia em que por 10 minutos enfiavamos as nossas trombas no blog, depois apagavámos.
Aguardo a tua fotografia :)

Ana C. disse...

Only Words penso que só se revela quem quer ser revelado. Há muitas pessoas que apenas põem um lado seu naquilo que escrevem e os seus blogs são tão válidos como todos os outros ;)
Se bem que um olhar mais atento decifra muita coisa, mesmo dos blogueiros que não se expõem quase nada...

socasmoinhosebicicletas disse...

Olha que ideia gira! Eu alinho! Lança aí o repto sob a forma de post para ver quem adere ao movimento do 'rosto por detrás do blog'!

JBrito disse...

Rosto por detrás do Blog, no meu caso então, estamos claros ou há dúvidas!?

Ana C. disse...

Socas achas mesmo uma boa ideia? Ah Ah

Ana C. disse...

JBrito no teu caso é claro que estás dispensado, no entanto não posso deixar de dizer que a tua foto de perfil é suficientemente minúscula para nos deixar na dúvida :)