terça-feira, 2 de junho de 2009

Procura-se

Mas alguém sabe o que é que aconteceu ao Refogado e Hortelã? Esse jovem médico cujas aventuras, desventuras, pensamentos, reflexões acompanhava fielmente? Em Fevereiro escreveu um post a informar-nos que estava doente e desde então nada, nem um pio.
Quando o último post de alguém é acerca de uma doença e se passam 3 meses sem que mais nada seja dito, o que é que uma pessoa pensa?... Pois, o pior.
Por isso tomei uma decisão: Vou deixar escrito no meu testamento (ah ah ah) caso me aconteça alguma coisa, como morrer por exemplo, que vos venham aqui dar uma palavrinha. Pode parecer mórbido, mas não vos quero deixar pendurados.

22 comentários:

PP_FANTASMA disse...

Bate na madeira, bate....:)

Banita disse...

Não é nada mórbido, Ana! E até te digo mais: Considero uma falta de respeito (pelos seus leitores) o refogado (ou alguém por ele) não ter dito nada após esse post da doença! E só o desculpo se ele estiver numa cama de hospital a gemer de dores! Posso parecer má, mas é preocupação e despeito pela falta de respeito.

Melissinha disse...

Eu venho cá! :D
Se eu bater a caçuleta, vais tu ao meu.
Pronto, amigas até à morte.

miúda gira disse...

Pois, eu também gostava de saber o que aconteceu ao refogado. Também estou na expectativa,se alguém souber de algo que diga s.f.f.

MARIINHA disse...

Ai menina, vira para lá essa boca. Não vamos pensar numa coisa dessas. Mas concordo com o que diz a Banita. Depois de se escrever um post a dizer que se está doente (eu não conheço o blog), no mínimo deveria vir dizer qualquer coisa, até podia dizer que se iria afastar. A menos que lhe tenha acontecido uma coisa muito grave. Beijinhos

Kitty disse...

O refogado foi apanhar cebolas, escorregou na hortelã e caíu, n se tá mesmo a ver!? eheheh

Anocas, antes de morrer vê se me autografas o livro, depois bai-te com Deuz minha filha! lol mas isto só lá para os 100 anos claaaaaaaro!

Mulher bate na madeira credo! meduuuuuu!

Sílvia disse...

Por acaso já perguntei o mesmo... Também seguia o blog e de repente pufff...

bjinho***

Miepeee disse...

Olha que tambem ja me passou isso pela cabeca. O pior e se morro de um momento para o outro e nao tenho tempo de dar a password a ninguem :P

Ana C. disse...

PP já bati na minha cabeça, acho que serve. Está cheia de serradura :)

Ana C. disse...

Banita não achas indecente? Realmente eu gostava tanto do Nuno e assim de repente depois de um post daqueles nada, silêncio total.

Ana C. disse...

Melissa está combinado. Amigas até à morte!!!! Deixas aqui um comentário que eu deixo lá outro.

Ana C. disse...

Miúda Gira realmente fica uma pessoa preocupada com os colegas de blogosfera, já viste?

Ana C. disse...

Mariinha a realidade é que ninguém está livre de lhe acontecer alguma coisa...batendo na madeira, é muito preocupante o caso do Refogado. Se acompanhasses o blog dele também ficarias preocupada. Ah e ias adorar os posts dele acerca dos sentimentos de um médico face aos dramas de hospital.

Ana C. disse...

Kitty tu sempre a pensares nos outros ;)
Fica descansada que se me acontecer alguma coisa regresso do reino do além para te autografar o livro :)

Ana C. disse...

Síliva não ficaste chateada? Era um blog tão bom...

Ana C. disse...

Mieppee basta que deixem um comentário na tua caixinha. Ou moderas os comentários? Isso é que já é mais complicado :)

Hyndra disse...

Mórbida, mas atenciosa! lol

L. disse...

Também seguia o blog religiosamente... E estou como a Miepee: modero os comentários e não tenho assim ninguém a quem dar a minha pass... assim alguém em quem confie aquele meu recanto...

Sílvia disse...

Ana acima de chateada fiquei um bocado preocupada porque era uma blog relativamente activo... E como no ultimo post dizia que estava doente fiquei a pensar se terá acontecido alguma coisa...

bjinho****

socasmoinhosebicicletas disse...

Também eu tenho imensas saudades de ler o refogado... vamos fazer uma petição? 'Refogado, volta ao blog, já!', que te parece? Era uma boa!

Izzie disse...

Por acaso penso nisso imensas vezes. Que mórbidas

Eumesma disse...

Tu avisa que quero lá deixar um grande ramos de flores em tua memoria no meu tasco hihihih (tou a gozar mas não deveriamos gozar com coisas sérias, espero que não tenha acontecido nada ao moço de grave).

Ainda que tenhas que vir do Alem nunca , jamais em tempo alguma poderás pensar em nos deixar pendurados !! ;-)))

Bjs