segunda-feira, 16 de novembro de 2009

A Clausura e a Loucura

Doente à vez com a Alice, ora dormi mal de noite porque estava mal disposta, ora dormi mal de noite porque ela estava mal disposta.
Ora punha eu o termómetro, ora punha nela o termómetro.
Ora era eu que tomava ben-u-ron, ora era ela que tomava anti piréticos.
No meio de tudo isto e feitas as contas, estamos há quase duas semanas de molho, que é como quem diz piréticas, pirulas, à beira da loucura caseira.
Por isso hoje decidi que era dia de sair. Quis lá saber da chuva, das três lâmpadas que se fundiram quase em simultâneo cá em casa, da camisa branca que saiu azul da máquina, da noite de ontem em que só preguei olho às 3 da matina.
Eu quis lá saber da loiça empilhada no lava loiças, ou das mil e uma coisas que se podem sempre fazer numa casa, porque hoje a tarde seria nossa, das convalescentes.
A seguir ao almoço damos um giro. E pronto sentámo-nos para almoçar, vestidinhas, maravilhosas, quando a meio do almoço a Alice começa a queixar-se de má disposição e depois de passar algum tempo a ignorar os lamentos dela, costumeiros quando não quer comer mais, ela estende-me os braços enfia-se no meu colo e vomita-me toda.
Até chegar ao lava-loiças da cozinha conseguiu vomitar-me o cabelo, o pescoço, a camisa e a cozinha inteira.
Parece que afinal a clausura não se rompeu hoje.
Quem diz que os filhos não são a maior e a mais inexorável mudança da nossa vida, não sabe o que diz. Quem diz que os filhos não viram a nossa vida ao contrário, a abanam bem abanada e nos deixam tantas vezes sem fôlego à procura daqueles dias em que podíamos simplesmente descansar, também não sabe o que diz.
Eu entretanto já não sei o que faço, só sei que estou cansada ah e amo muito a minha filha.

26 comentários:

Sílvia disse...

As coisas por aí não andam mesmo nada fáceis... As melhoras pras duas :)

bjo****

Lebasiana disse...

claro que amas!

apenas estás no limite! és humana...

calma!

jinhos

gralha disse...

Bolas, que agora já chega! Espero que consigam ficar boas em simultâneo e sair um pouco para espairecer.

Comentei agora o teu post anterior acerca da vacina da gripe A. Não sei mais nada do que ninguém, é só mais uma opinião de grávida.

Joanissima disse...

ah, as doces maravilhas da maternidade.... : )

As melhoras para as duas.

Precis Almana disse...

Que cena... Beijinhos, beijinhos e melhoras rápidas.
E os filhos mudam tudo, sim. Mas deve ser tão bom, mesmo com essas contrariedades...

Ultima Thule disse...

respeito os seguintes ditos:

. a minha mãe diz que uma pessoa pode ter os horários que quiser, cometer as loucuras que quiser, seja o que for até...ter filhos, depois tudo muda e os nossos horários são os dos filhos.

. uma pessoa que respeito muito em termos de sabedoria e conhecimento diz: "Eu só respeito aqueles que têm filhos, pois esses são os únicos que realmente se preocupam com o futuro"

Azzrael disse...

espero que ambas recuperem rápido!

beijinhos desta leitora assidua :)

mãeee disse...

Como te compreendo ... estou a chegar de 6 horas nas urgências pediátricas com os 2 mais novos! Uma loucura ... mais conhecidos por lá como "os irmãos": fizeram os exames todinhos em duplicado
Bem, tenho para mim que não tinha plena consciência do que essas frases feitas, da vida ante-filio vs post-filio trazia na nossa vida ... até me tornar mãe
E com tudo isto, vamos também em uma semana de reclusão, que acabou de ser duplicada pela sô dotora de serviço!
beijos compreensivos

Disse disse...

As melhoras para ambas.

PP_FANTASMA disse...

Ana,
Já pensaste transformar isso num argumento para cinema:)?
As melhoras.
Ks

Ana. disse...

Tadinha da Alice.
Já sei que também precisas de mimo e de descanso, mas ela é pequenina, ainda não sabe combater estas coisas. Neste momento tens de ser forte por três... é muita coisa para uma Ana só!

Se me permites um aparte, gostaria de rebater este comentário:

"Eu só respeito aqueles que têm filhos, pois esses são os únicos que realmente se preocupam com o futuro"

Nem preciso de te dizer que não concordo nem um pouco com isto, pois não? Sem retirar qualquer mérito a quem tem filhos, acho esta opinião pedante, arrogante e extremamente discriminatória.
Cada pessoa leva a vida à sua medida, com ou sem filhos e é pena que seja este o factor que distingue o respeito com que se tratam as pessoas.

Beijinhos para ti e para a Alice.
Vão ficar boas num instante, vais ver!

;)

bbug disse...

As melhoras. Ando maluca com estas viroses também. Ele é vómito, ele é dor de ouvidos, ele é corridas para o quarto de banho. Só queria deixar de me preocupar e acho que metade da doença passava. Mas ficamos todos mais fortes depois e é o que interessa!

Marcia Parassol disse...

Ana,
Sei muito bem o que estás a passar.
Nestes momentos lembro-me de uma frase que minha mãe sempre diz: Todas as mães vão para o céu!

Melhoras as duas.

Ana C. disse...

Sílvia obrigada, hoje já estamos bem melhores :)

Ana C. disse...

Lebasiana sabes quando te sentes culpada por todo um conjunto de sentimentos? Pois é...
Mas já passou :)

Ana C. disse...

gralha hoje já saímos e fez-nos muito bem...

Ana C. disse...

Joaníssima ultimamente têm sido só doçuras ;)

Ana C. disse...

Precis claro que as coisas boas ultrapassam em larga escala as más ;)

Ana C. disse...

Ultima Thule bem vindo!
Mas sabes que muitas vezes tens pessoas espectaculares que não têm filhos e pessoas mais azedas e frustradas cheias de putos. Enfim há de tudo.
Ontem não ias querer estar ao pé de mim ;)

Ana C. disse...

Azzrael já estamos no caminho da luz muito obrigada ;)

Ana C. disse...

mãeee, por muito mau que isto soe, não imaginas como me fez bem ler os teus infortúnios, saber que há mais mães a sentirem-se exactamente como eu faz-me sentir menos ave rara ;)
As melhoras para todos aí em casa e muita força!

Ana C. disse...

Disse já estamos melhores sim senhor. E tu espero que já estejas recuperado.

Ana C. disse...

PP Fantasma esta do vomitado é de facto um clássico do cinema, sem dúvida :)

Ana C. disse...

Ana. a Alice é a doente mais mimada das redondezas. Outro dia saí de propósito só para lhe comprar uma mão cheia de pequenos presentes para se entreter na convalescença. Ela é o mimo em pessoa ;)

Ana C. disse...

bbug ora aqui temos mais uma mãe em apuros. Não estás sozinha! As melhoras aí para casa. Nós já estamos bem melhores e realmente não há nada que chegue à saúde...

Ana C. disse...

Marcia obrigada, assim fico mais descansada :)