segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Tradição ou Chatice?


Ontem saímos já tarde para comer castanhas na rua. Finalmente um bocadinho de frio para lembrar que já é mais Inverno que Verão e para nos saber bem o fumo quente com cheiro a brasa, projectado na nossa direcção.
Sentados os três nas escadas de um prédio a saborear aquela que considero a melhor das iguarias de rua, pensei no histerismo que se criou em redor dos novos pacotinhos de castanhas. Os cabelos que se puxaram com o fim do papel de jornal, ou das páginas amarelas. Ai que a tradição já não é o que era, ai que nos querem acabar com o papel enrolado do jornal, ai que desgraça para onde é que vai o país!
E ri-me, ri-me com a estupidez de tudo aquilo, pois a mim dá-me muito mais jeito comer castanhas naqueles pacotinhos bonitos, não me retira rigorosamente prazer nenhum o facto de ter aquilo na mão em vez de um amarfanhado de notícias ou números de telefone e que me perdoem os defensores da tradição castanheira, mas o sítio onde me dão as castanhas é-me perfeitamente indiferente, pois sou de tal modo apaixonada por elas que até as comia do chão se não estivesse ninguém a olhar (e, por quem me tomam, se ainda estivessem dentro da casca).
Não estamos a falar de café bebido num copo de plástico que fica quase sem sabor. Isso sim seria mais do que motivo para uma revolução em massa por parte do povo.
Quanto a coisas como o papel que envolve a castanha sou tradicionalista, mas nem tanto...

18 comentários:

Feiticeira disse...

Tenho tantas saudades de comer castanhas! Era capaz de comer uma loucura delas neste momento!

Ana disse...

Em Braga continuam a ser vendidas em papel de jornal e, confesso, que me sabem bem.

Lia disse...

castanhas assadas sabem bem de qqr maneira...

disse...

Eu comi há bem pouco tempo (também adoro esta tradição deliciosa) embrulhadas numa folha branca...e não me fez confusão nenhuma!

Joanissima disse...

Concordo contigo. Grave mesmo é café em copos de plastico.
Castanhas assadas são sempre castanhas assadas. Nem que fossem cruas, piladas, cozidas, a acompanhar peixe cozido, qualquer coisa. Castanhas são castanhas!!! Ainda que depois, os "gases tripais" me desgracem!!! ahahahahahahah

Marina disse...

Eu cá prefiro mesmo é assadas no forno eléctrico, ou então cozidas, que não sujam as mãos!!! :D

Lebasiana disse...

desculpa lá, mas é aquele toque final de tinta de jornal que lhes dá o sabor!

estou a brincar! lol... ja nao me lembro de comer castanhas... adoro pipocas quentes, nas tardes de outono!

jinhos

Ana C. disse...

Feiticeira então o que é que te impede de saires em busca de castanhas? Força!

Ana C. disse...

Ana de Braga elas sabem bem em qualquer pacote :)

Ana C. disse...

Lia nem mais, exactamente a minha opinião. ADORO castanhas!!!!

Ana C. disse...

Bê o que importa é que as castanhas venham com o sal qb, nem muito queimadas, nem muito cruas e de preferência sem estarem podres. O pacote onde elas me apareçam não podia ser mais irrelevante ;)

Ana C. disse...

Joaníssima tu nem me fales dos efeitos colaterais das castanhas, ainda para mais numa grávida explosiva. Mas caramba sabem tãããão bem...

Ana C. disse...

Marina cozidas com erva doce são uma perdição, o único defeito é ter que descascá-las...
Agora entre o forno electrico e o assador nem compares, nem compares ;)

Ana C. disse...

Lebasiana mas quais pipocas. Castanhas é que é!!!!

Ana. disse...

Na quinta-feira vou comer castanhas!
Perto daquele anjo de ferro que gosto muito (sabes?) há uma senhora tipo avózinha que vende daquelas castanhas gigantescas de Trás-os-Montes... depois conto como foi!
;)

Raquel disse...

Ai que saudades de castanhas assadas!... estou tão emigrante que ainda nem sabia que já não eram vendidas em cartuchos improvisados de páginas amarelas! Para mim não tem problema! Tenho tantas saudades que acho que neste momento até as comia do chão!... (hmmm... isto não me fica muito bem dizer, pois não??)

Ana C. disse...

Ana. Que belo programa, é claro que me lembro do anjo. Fazes o favor de me embrulhar umas castanholas transmontanas gigantes e enviares para aqui sim?

Ana C. disse...

Raquel por aqui vendem as castanhas num pequeno pacote de papel pardo, com uma divisória para as cascas :)