sexta-feira, 8 de maio de 2009

Algumas Dicas e Perguntas Pseudo Culturais

Aqui está o melhor livro que li nos últimos tempos. É um escritor como há poucos que brinca com as palavras de uma maneira comovente. Deliciou-me em tantos sentidos que me apaixonei irremediavelmente pela escrita deste homem.
O título atraiu-me como um íman, pois é o nome da primeira novela em que participei como guionista. O que me encantou no primeiro livro dela: Comer, Orar e Amar desencantou-me neste. Levei-o na minha viagem e foi a pior escolha possível. As personagens não agarram nem à força de super cola 3, a história é dispersa e sem interesse. Uma decepção brutal...
É só a mim que me faz confusão a escolha do Tom Hanks para este papel? Primeiro no Código DaVinci, agora no Anjos e Demónios. Mas porquê este cabelo? Era mesmo necessário enfiar-lhe um penteado tipo capachinho pintado? Não, apesar de adorar o Tom Hanks, ainda estou para perceber que raio é que ele faz enfiado neste personagem de cabelo sinistro.
Esta é uma ordem: Dia 9 e 16 de Maio saem com o Público a primeira e segunda parte deste épico que vi há algum tempo atrás e que nunca esqueci. A Melhor Juventude. Um filme italiano que retrata a história de uma família em Itália desde os anos 6o até hoje. É imperdível. Por mais 1,95 ficam com uma pequena obra prima em casa.

25 comentários:

MARIINHA disse...

Ontem passei à tarde pela feira do livro e comprei o "Comer,Orar, Amar". Já o comecei a ler. Ainda antes da feira terminar, quero comprar mais 2 ou 3 e entre eles está esse último da mesma autora.
Beijinhos

Ana C. disse...

Mariinha se calhar não leste com atenção. Não compres por favor. É péssimo!!!!! Compra a Sombra do Vento, esse sim maravilhoso.
Bjs

InêsN disse...

obrigada pela dica :)

quanto ao "comer, orar, amar", estou a gostar mas acho que tinha as expectativas demasiado altas...

(tb AMEI A Sombra do Vento!! Estou a meio do último do Zafon mas estou com algumas dificuldades...ler só antes de dormir não está a ser uma boa ideia!)

Ana C. disse...

Inês já me disseram que o segundo do Zafón não é tão bom. Por isso tenho andado renitente. Mas acho que vou comprar na mesma.
Eu tenho o mesmo problema que tu. Só posso ler à noite e a pestana teima em fechar. Porra que me sinto velha. Antigamente lia até às tantas...
Quanto ao Comer, Orar e Amar eu li-o bem no princípio, quando ainda não se tinha transformado em mito, talvez por isso tivesse gostado tanto :)

InêsN disse...

aquilo já é um mito?

(adorei a parte de itália, a índia passou-se bem e a indonésia vai devagar..)

DIABINHOSFORA disse...

Fixe, já sei qual o proximo livro que cou comprar. Obrigada pelo conselho:)

Only Words disse...

Depois de ler este post só posso dizer que fiquei deprimida! E tempo para ler? Não, não é desculpa! Eu até leio, e muito, mas nada de lazer!!!! Enfim, pelo menos vou ficando actualizada, mais que não seja com o nome das obras dos autores e o "resume" das ditas obras! Hummpppffff

Melissinha disse...

O professor Langdon (??) TINHA de ser o Russell Crowe, tinha. Revoltante ser o feioso do Hanks.

Eh pá ainda bem que dizes isso da Melhor Juventude, pois não cheguei a acabar de ver, o filme é colossal de longo. Vou comprar o jornal amanhã, então.
Aliás, sou doida por cinema italiano de um modo geral e por Moretti muito especifica e intensamente.

PP_FANTASMA disse...

"A Sombra do Vento" está muito bem referenciado, sim!

PS: Atenção a "O Quase Fim do Mundo", Pepetela:)

Ana C. disse...

Diabinhos compra que vale a pena :)

Ana C. disse...

Only Words mas compra os filmes um dia hás de ter tempo para ver. Vale mesmo a pena.

Ana C. disse...

PP fica o conselho que vou seguir com certeza.
E tu compra o Público não pelos apetrechos de cozinha, mas pelo bom filme ;)

Ana C. disse...

Melissa qual Russel Crow qual carapuça. Tinha que ser um Gabriel Byrne da vida. Tudo menos um Tom Hanks gordalhufo e de Capachinho.
Quanto à melhor Juventude, vi-o em duas noites e consegui não adormecer. O que é um feito nos dias que correm...

Melissinha disse...

O russell crowe é giro e tem cara de esperto, até já fez de génio!

MARIINHA disse...

Ana:
Hoje voltei à Feira do Livro, porque no pavilhão da tua editora ontem, tinham ficado de me arranjar o teu livro. E hoje lá estava. Foi um parto difícil, mas finalmente já o tenho. Tinha só começado a ler o "Comer,orar,amar", já parei e vou ler já já o teu. Pronto, já estou convencida, quando voltar à Feira compro "A sombra do Vento". Com as minhas idas à Feira, a carteira fica mais magra, mas eu devo ficar mais gorda, porque como uma fartura cada vez que lá vou. Sabe-me tão bem, quentinhas.Adoro! Beijinhos Ana, bom fim de semana.

Ana C. disse...

Mariinha és como eu. Perco-me nos livros. É o meu único vício e daqueles bons, que não nos fazem sentir um vazio depois de termos gasto o dinheiro.
Muito obrigada pela busca incansável pelo meu livrinho. És definitivamente muito querida mesmo.

Sunrise disse...

Participaste na novela filha do mar com a Dalila Carmo. Muito bem Ana C. Há tempos já me tinha apercebido que eras escritora, mas que também fosses actriz...

Ana C. disse...

Sunrise meu Deus eu participei como escritora da dita. Actriz eu???? Não, nunca na vida ;)

Precis Almana disse...

Já eu não percebo o encantamento com a Sombra do Vento... Pá, não sou espanhola e longe disso, mas ao longo do texto senti várias vezes que havia coisas que não faziam sentido, o que atribuo a uma má tradução. E, muito sinceramente, cansou-me a vontade do homem em escrever dez livros num. Por essa razão não comprei o Jogo do Anjo. Não posso dizer que não tenha gostado, estarei a exagerar; mas não fiquei fascinada.
O comer, orar e amar gostei e li-o com facilidade, assim que saiu, mas são livros completamente diferentes. Andava com vontade de comprar o último, mas reticente porque é o romance (propriamente dito) de estreia, pelo que percebi, e tive algum receio. Ainda bem que não comprei!
Agora tenho vontade de comprar o último calhamaço do Tom Wolfe :-) Mas ando sem tempo para nada, portanto não deve ser muito boa ideia...

Melissinha disse...

Tenho de dar uma vista de olhos por esse A Sombra do Vento, toda a gente fala nele.
Mas a verdade é que todos falavam do Kafka à Beira Mar e achei aquilo horroroso, um exercício de escrever para o próprio umbigo, embriagado de amor pelas próprias palavras. Acho que é o pior defeito que um escritor pode ter, o pior, mesmo. Pior até do que não saber escrever de todo.

Eu tenho uma feature interessante para quem trabalha com palavra escrita há algum tempo: tenho de ADORAR um livro para o ler. Não tenho dó nem piedade em largar livros na 1a página. Já larguei um no 2º parágrafo (Shangai Baby, ainda me lembro.)
Por causa dessa intolerância estou sempre a reler coisas!

Ana C. disse...

Precis a mim disseram-me isso mas do Jogo do Anjo. Sinceramente o homem escreve bem como tudo, faz-me lembrar os escritores latino americanos. Não senti empananço na história. Mas também já percebi que há alturas certas para se lerem certos livros. Se ando demasiado ocupada só consigo ler livros mais leves como Comer Orar e fazer cocó. Desculpa mas esta saiu-me agora ;)

Ana C. disse...

Melissa eu sou como tu. Se no primeiro capítulo a coisa não me seduz lixo com ele. Também não tenho problemas em mandar fora livros que não consegui terminar.
Eu tive uma grande empatia com este livro do Zafon e com a maneira dele escrever, foi qualquer coisa visceral.
Porque é que não te sentas na Fnac sem o Gabi claro e lês a primeira página? Eu sou da opinião que as primeiras páginas nos dizem quase sempre se vamos gostar, ou não.

AnaMoreira disse...

Eu já tentei ler "A Sombra do Vento" mas sei que na altura não consegui e não voltei a pegar nele..se calhar está na hora! ;)

Precis Almana disse...

Ahahah
Comprendo-te!

Ana C. disse...

Ana às vezes simplesmente não temos empati com o raio do livro. Nesses casos é mesmo melhor pô-los de lado. Se está a custar, se o parto está a ser difícil então é porque não dá mesmo ;)