quarta-feira, 6 de maio de 2009

Primeiras Impressões de Viagem




Sabem quando regressam de viagem e estão cá, mas ainda um bocadinho lá? Pois é, eu ainda não aterrei.
Vinda do país onde inventaram a palavra civismo ainda me custa mais. A parte boa foi poder finalmente abraçar a minha filha, sentir o cheiro dela, os cabelos, os beijos. Definitivamente não há nada como viajar e ter cá qualquer coisa que nos dê vontade de regressar...
Nesta viagem não fui com grandes expectativas, talvez por isso esta cidade me tenha enchido tanto as medidas. Quando levamos as mãos vazias, tudo o que conseguirmos segurar já é um ganho. E foi este o caso.
Meninas solteiras se querem arranjar um bom marido vão pescá-lo à Suécia. Nem é por serem estampas, porque nisso, as mulheres são mais bonitas. Mas por serem uns pais do caraças. É vê-los por todos os lados com os filhos, a empurrarem carrinhos do tamanho de autocarros, que cá não passariam numa única porta, é vê-los entrarem para os fraldários que lá também existem nas casas de banho masculinas. É vê-los darem a papa. É vê-los a passearem em grupos com os amigos, todos com os respectivos filhos. Os nórdicos dividem tarefas na verdadeira acepção da palavra e não apenas para fazerem um favor às respectivas esposas. É simplesmente natural para eles.
Estas são as minhas primeiras impressões do primeiro mundo. Quando tiver aterrado com os dois pés em solo português voltarei para mais pormenores.
Tive saudades vossas, por isso com calma terei que vos ir visitar um a um para saber de vocês...

37 comentários:

L. disse...

Ai que me deixaste com uma vontadezinha de agarrar num bilhete de avião e seguir para Estocolmo!!!

Nem tanto pelos homens (mas também lol), mas pelas fotos...

*suspiro*

Bem vinda de volta *

Xanuca B disse...

Bem regressada, do meu país favorito. Pena não ter sol a maior parte do ano, senão era lá que vivia!
É lindo, é civilizado, é limpo, é arrumado...Estagiei lá algumas semanas (em pleno verão com 24 horas de luz, o que é uma experiência inesquecivel) e fiz amigos para a vida!

DeepGirl disse...

Bem-vinda de novo ao nosso país de ilusionismo, diz-que-disse, diz-que-faz :)

Ainda bem que aproveitaste o máximo que pudeste :p

Beijinhos!

Melissinha disse...

Ora muito bem-vinda!

Ana C. disse...

L. coloca esta cidade na tua lista. Vale mesmo a pena :)

Ana C. disse...

Xanuca sabes que pensei para mim: Se não fosse a ausência de sol era uma cidade onde me imaginava a viver. Podia viver de salmão grelhado com ervas. Nós apanhamos o amanhecer às 4 da manhã e anoitecia por volta das 10 da noite.
Tiveste muita sorte em andar por lá a estagiar :)

Ana C. disse...

DeepGirl vir da Suécia para Portugal é como chegar a África...

Ana C. disse...

Melissa os suecos andam com os putos para todo o lado. E olha que eles fazem muitas birras. Mas até das birras o raio dos suecos parecem retirar prazer. Se calhar deviamos estagiar lá, o que te parece?

DIABINHOSFORA disse...

É outra mentalidade, mas já vem do berço...aqui, já se tenta doutrinar o pessoal nos bancos de escola, mas...até estes crescerem vamos suspirando pelos nórdicos (nesse campo) que aqui a diaba prefere os moreninhos!:)

Ana C. disse...

Diaba eu acho que está nos genes... Para eles não é uma questão de aprenderem, pois simplesmente é assim. Eles fazem exactamente o mesmo que as mulheres como uma coisa de pele, nem discutem.

Melissinha disse...

É fixe saber que tenho um marido nórdico! O Hugo RI-SE das crises histéricas do Gabi. RI-SE.

Só me faltava o físico apolíneo.

InêsN disse...

parece-me muito, muito bem...

um dia quero visitar!

socasmoinhosebicicletas disse...

Pois então muito bem-vinda! E de barriguinha cheia de Estocolmo!
Desculpa se te comovi, não era essa a intenção, mas ainda bem que gostaste do post. ;-)

Tasha disse...

Ana, como eu sei o que e ver homens a fazerem o trabalho a meias connosco. Aqui no UK também temos disso... Eles tiram a licensa de paternidade enquanto elas vao trabalhar, eles andam com os miúdos nos carrinhos, pelas trelas, ao colo, para todo o lado e nao é incomum, na escola, os outros pais nem conhecerem as maes... Mas longe de ser como na Suécia (eu tive um chefe Sueco que foi para casa de licensa de paternidade quando a licensa de maternidade e 1 ano da mulher acabou... Ele ficou mais 1 ano... Igualzinho ao nosso Tugal!!!)

Ana C. disse...

InêsN e parece-te bem porque é mesmo bem :) É um must

Ana C. disse...

Socas de barriguinha cheia das tartes de frutos silvestres e salmão sim. Quanto ao outro assunto, caramba ver o meu livro a passear-se por Amesterdão foi qualquer coisa de inexplicável...

Ana C. disse...

Tasha eu já tinha visto pais em acção noutros países com outras mentalidades, mas nunca como em Estocolmo. Porque depois vês grupos de amigos homens no café com os putos. Eles não os mandam para a escola, assumem mesmo a maternidade/paternidade com um gozo que dá inveja. É tão, mas tão diferente que até me dói a costela tuga...

Ana disse...

Olá...vim aqui ter por acaso e adorei o teu blog.

Eu vivi um ano na Suécia...adoro o pais embora o inverno tenha sido pavoroso devido á falta de luz (já nem falo da falta de sol...mas de luz).

E sim para eles tudo o que descreves é naturalissimo...assim como é as mulheres estarem refastelasdas no sofá a verem tv e els a cozinhar e a arrumar a cozinha entre outras coisas....é um mundo á parte.

Na empresa onde estava, uma multinacional, vi contratarem uma rapariga grávida de 7 meses!!!!! sabendo que a licença de maternidade é de um ano!!!

Bjs

Ana C. disse...

Ana Bem vinda!!!
Muito obrigada por me dares a conhecer um bocadinho da mentalidade deste povo incrível. Essa de contraterem uma grávida de 7 meses diz tudo.
Mas realmente nada é perfeito, a falta de luz deprime qualquer um... Tinhas que os ver nas poucas horas de sol que apareceram enquanto lá estivémos. Pareciam loucos, ávidos por aqueles raios de luz. Sentados em todo o lado com a cara virada para o sol :)

Ana disse...

sim é verdade!

Quando aparecem os primeiros raios de sol vão buscar o prato de comida dentro dos restaurantes e sentam-se no passeio, no banco, na relva...onde calha desde q tenha sol, a comer :)

Mas depois de um mês de inverno lá compreende-se perfeitamente acredita! :)

Bjs

Just me disse...

Tenho de ir aí então à caça de homem lol Beijinho e uma excelente viagem de regresso! :)

Only Words disse...

Antes de tudo, seja muito bem-vinda!
Com esta tua descrição, estou a pensar mudar os planos da minha próxima viagem. Trocar Marrocos pela Suécia. Agradou-me a ideia dos "estampas", que, no meu caso, não preciso que passeiem as crianças, pelo contrário, prefiro que me passeiem a mim :P

Ana C. disse...

Just Me vai, provavelmente eles até gostam do look de uma tuga, devem estar fartos do tipo loiro e olho azul...

Ana C. disse...

Only Words realmente são dois países opostos Ah Ah Ah
Mas acho que deves conhecer os dois :)

HannaH Sophia disse...

e a viagem de aviao??? como foi?? (sim eu tenho curiosidade morbida, eheheh)

Ana C. disse...

Hannah bem sei que esperavas por mais uma aventura aérea. Mas acho que descobri a chave para o sucesso. Não meio valium, não um valium, mas um valium e meio uma hora e meia antes. Eu costumava tomar meia hora antes.
É claro que sofri na descolagem e na aterragem, mas 15 minutos depois de termos levantado voo estava com uma pedrada tão grande que adormeci. AH AH AH

Naná disse...

Então, o meu marido deve ter ascendência sueca... para ele é a coisa mais natural tomar conta do filho, mudar fraldas (em casa ou num qualquer fraldário), andar com ele orgulhosamente no canguru, etc.
Eu sou é uma tremenda sortuda!...

Ana disse...

Naná bem vinda! O meu marido também ajuda muito, apesar de não ser sueco. Mas infelizmente ainda estamos muito atrás dos nórdicos. Para nós ainda é um caso raro ver um pai a comportar-se como uma mãe.
Agarra o teu sueco com as duas mãos e não o deixes fugir :)

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Banita disse...

Já aterraste com os dois pés? :)
Gostei imenso do que contaste e dos comentários, mas surgiu-me uma dúvida: Como é que eles fazem para substituir uma mamã em Licença de maternidade? No outro dia essa questão deu uma discussão entre os Banitos. Contratam alguém para substituir, mas depois da licença? A mãe volta como se tivesse ficado fora 4 ou 5 meses? E o que acontece à susbstituta? Passa a vida a susbstituir alguém até arranjar o seu lugar ao sol?
Fico à espera ansiosa pela resposta! De uma das Anas! Please!
A falta de sol é para mim uma clara desvantagem! Não troco o sol por regalia nenhuma! Mas, podíamos aprender algumas coisas com o suecos, lá isso não há dúvida! Ah e se pudesse tinha uma casa IKEA!!

Ana C. disse...

Banita se calhar contratam uma grávida em começo de gestação ah ah ah
Não sei, mas o que quer que sejam que eles façam, fazem-no muito bem :) É a absoluta igualdade de direitos.

Joanissima disse...

É a chamada vontade de regresso... eheheheheh

Ana C. disse...

Joaníssima nem mais. Porque é que achas que gosto tanto dessa frase? :)

Izzie disse...

Uma altura vi uma reportagem sobre a qualidade de vida na suécia e a partir daí senti uma simpatia e um desejo de lá viver um dia mais tarde

Ana C. disse...

Izzie sabes que é o melhor país do mundo para teres filhos?

Eumesma disse...

Nunca tinha imaginado o país com esses olhos mas ainda bem que nos alertas para o facto de ser um bom local para conseguir um bom partido lol.

E outras impressões do primeiro mundo?? Conta-me tudo..! ;-)

陳珊妮sammi disse...

cool!very creative!AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,a片,AV女優,聊天室,情色