sexta-feira, 15 de maio de 2009

Torrada com Manteiga

Quando penso na melhor forma de decidir se aquele é um amor de verdade uma única imagem chega de rompante e afoga-me o coração em mil sentidos.
A forma como ele faz com que ela se veja.
Não são as palavras, os beijos, os abraços, os presentes. Se bem que também é tudo isto, mas agora, para o que importa, não é nada disto.
Ela vê-se reflectida no olhar dele, pelo olhar dele e isso faz com que volte a resgatar o amor por si mesma. Pois nunca se tinha visto assim. Nunca se imaginara pelos olhos de ninguém que não os dela própria e esses eram demasiado injustos, exigentes, negligentes até.
Mas agora que aprendeu a ver-se pelo olhar do amor sente que afinal até merecia uma coisa assim.
Quando alguém consegue amar-se e comover-se através do olhar que lhe lançam de si própria. Quando alguém vê relfectido na emoção do outro tudo o que jamais imaginou possuir, não terá que procurar muito mais. É como torrada com manteiga. Completam-se.

14 comentários:

DIABINHOSFORA disse...

Tens tanta razão............

Ana C. disse...

Diabinhos há coisa melhor que torrada com manteiga?

Miguel disse...

Só mesmo tu para metaforizares o Amorrrrrr na figura de uam torrada com manteiga!!!
E acrescento: mas é MANTEIGA, daquela gorda e salgada dos Açores!! Nada dessas panisguices de margarinas vegetais...

Only Words disse...

Um dia, quem sabe, um dia saberei e sentirei o que falas :)

Rainha Mãe disse...

Perfeito! Um amor de verdade é mesmo assim. Simples e completo como uma torrada com manteiga.

Ana C. disse...

Miguel é a que uso aqui em casa: Milhafre dos Açores ;)

Ana C. disse...

Only Words tens que abrir bem os olhos. Nada desses gajos que te fazem sentir menos. Eles têm é que te fazer sentir mais.

Ana C. disse...

Rainha Mãe até a minha filha já é apreciadora dessa simplicidade comestível ;)

DIABINHOSFORA disse...

Bem, torrada com manteiga é uma iguaria para ser apreciada por quem sabe...para quem gosta mesmo, não há igual!

L. disse...

Faço minhas as palavras da Only Words... Um dia!

Ana C. disse...

L um dia sim :)

Just me disse...

Adorei este texto :)

Ana C. disse...

Just Me muito obrigada :)

Banita disse...

E a minha torradeira que avariou há vários meses... e a porra da manteiga que é importada da Nova Zelândia... o que é que eu faço à minha vida??? Buááááááá