quarta-feira, 20 de maio de 2009

A Minha Primeira Míele


Eu não sou uma dona de casa exemplar. Não gosto da maior parte das tarefas. Aliás, encaro-as como um trabalho que tenho que cumprir o mais rapidamente possível para me poder entregar a outras coisas mais importantes.
Lembro-me que há uns anos atrás ouvia uma conversa de mulherio sem intervir e elas falavam de como esticavam a roupa toda antes de a pendurar no estendal. Parece que assim a roupa ia impecável para passar a ferro. Os meus olhos deram uma volta completa nas órbitas como se tivesse saído do exorcista.
- Fazes o quê? Pergunto eu.
- Ah a minha roupa não se estraga. Há pessoas (leia-se mulheres) que estragam a roupa toda na máquina. Isto tudo dito num tom de cumplicidade, de mistério feminino. Como se fosse uma realidade paralela que me andava a passar ao lado há anos a fio.
Tendo esta mentalidade pouco doméstica nunca investi em electrodomésticos topo de gama. Ia sempre para as marcas mais baratas. Pois podia jurar que faziam exactamente o mesmo que as mais caras.
Fazer o mesmo até faziam, mas durante quanto tempo era a verdadeira questão...
O primeiro a padecer foi o meu frigorífico americano LG . Com apenas 1 ano e meio morreu de um dia para o outro levando consigo toda a comida armazenada no seu interior. Esteve 3 meses para voltar cá para casa. 3 meses longos e duros em que eu repeti para mim mesma que o barato sai caro.
Depois foi a máquina da loiça que deixou de secar a loiça.
E least, but not last, a máquina da roupa que de cada vez que centrifugava nos obrigava a fugir de casa devido ao barulho de explosão eminente.
Foi então que me passei da cabeça. Acho que se pode dizer que tive uma epifania de Dona de Casa Perfeita e decidi comprar uma máquina Míele. Esse mito, esse ícone do mundo do electrodoméstico.
Ao penetrar no interior da loja disse apenas: Eu quero uma Míele.
- Mas tem preferência por algum modelo? Costuma lavar sedas, roupa delicada? Temos a nova tecnologia do tambor com favos e...
- Sedas eu? Favos? Não, eu só quero uma Míele.
Olhares estupefactos da empregada.
- Eu quero a mais barata de todas. Só tem que durar como uma Míele.
E continuei a repetir a mesma frase para a empregada que me deve ter rotulado de lavadeira ignorante assim que me pôs os olhos em cima.
E assim meus queridos, esta dona de casa imperfeita acabou de adquirir um mito de fazer roer de inveja o mulherio mais preocupado com as questões da lavandaria doméstica.
Eu também tenho uma Míele.

24 comentários:

Melissinha disse...

Agora a miéle papoca BUM!!! HEHE.
:P
(espírito de porco, já sabes.)

Tasha disse...

Bem estás a perfeita dona de casa. Tens a Bimby e a Miele... Já podes casar (hihihi)

Brisa disse...

Detesto ficar feliz com estas coisas - uma nova marca, uma nova técnica de limpeza, you name it. E fico mesmo. É deprimente... :(

Ana C. disse...

Melissa isso é uma praga?

Ana C. disse...

Tasha posso casar com as máquinas é isso!

Ana C. disse...

Brisa tu és Dona de Casa Perfeita? Ah Ah Ah

Melissinha disse...

Que nada, desejo longa vida à miele.
Sabes que lá na minha outra casa tenho uma máquina da marca branca do feira nova desde 2000! só avariou uma vez no ano passado e o homenzinho disse que ainda dura dois, três anos.
Isso às vezes é uma questão de sorte.

Ana C. disse...

Melissa não é só sorte, acredita. E avariar uma vez se a avaria for grave é muito...
Tive os técnicos mandados pela LG aqui em casa que me disseram que a LG poupa nas peças...

Kitty disse...

Suponho então que mais grave ainda é nem saber o que é uma Míele. Eu não sabia, portanto só por ai já podes imaginar como sou boa dona de casa :D

Melissinha disse...

A minha é uma orgulhosérrima Indesit!

Ana C. disse...

Kitty no shit? Não sabes mesmo o que é a marca Míele? Boa mulher és mesmo pior do que eu :) Lavas a roupa no tanque? Ah Ah

Kitty disse...

...e de lenço à cabeça ahahahah
e enquanto lavo vou cantado "água fria na ribeira" ahahahahah

MARIINHA disse...

Vocês são mt giras. A minha vizinha Kitty, não conhecia uma Miele? Nos anos que já levo de fada do lar, tenho tido várias marcas, mas passei a optar por máquinas alemãs.Costuma-se dizer que é forte e feio.Agora é tudo AEG e anteriormente era Siemens. Mas atenção mesmo feitas lá nas fábricas alemãs, (pq há diferença).Mas uma Miele é o super sumo.Fizeste bem Ana, não vais pensar mais em máquina de lavar por longos anos. Beijokas

Only Words disse...

Ora bem, Miéle é uma marca de máquinas de lavar roupa?? É isso??
Estou out. Não entendo nada de desses mitos. Mas acredito no que escreveste e estou afincada em saber mais sobre o tema :D

Eumesma disse...

E que dure por toda a eternidade são os meus mais sinceros desejos eheheh

Sim, Miele, é Miele, tem obrigação de ser "jeitosa" ;-).
Acho que fizeste bem ( a minha já conta com tantos como levaria de casamento se ainda vivesse nesse estado, 11 anos, e apesar de dançar que se farta durante a centrifugação e da pré-lavagem "já ter ido á vida dela" hihih, ainda vai dando conta do recado...

Tb é alemã (deve ser por isso), é Whirphool. (não sei se disse bem o nome).

Ana C. disse...

Mariinha já viste bem esta juventude que não sabe o que é uma máquina Míele???? Pelo menos fico aliviada por saber que há donas de casa mais despistadas do que eu ;)
A máquina da loiça que também teve que ser substituída, troquei-a por uma AEG.
Infelizmente hoje em dia poucas são as máquinas feitas na Alemanha. Mesmo as marcas mais concentuadas são montadas na China!!!!!!!!

Ana C. disse...

Eumesma ora muito obrigada pelos teus desejos. Acredita que são os meus também ;)
Espero que a tua dure por mais uns aninhos, se bem que 11anos já não é mau.

Ana C. disse...

Only Words AH AH AH AH AH Junta-te à Kitty.
Míele é o topo de gama das máquinas da loiça, roupa etc. É uma boa marca. A minha mãe teve as primeiras Míele que lhe duraram quase 30 anos. Só para teres uma ideia :)

Banita disse...

Ora bem então: míeles de parabéns porque a tu e a tua máquina merecem! É uma boa escolha! A minha Bosh (bosh é bom LOL), lá está quase abandonada em PT... Pobrezinha! Aqui tenho uma marca qualquer que nem (re)conheço... quer de lavar, quer de secar! Até agora duraram, mas quando se avariarem, pagam-nos outras, por isso, não estou nada preocupada!
Boa escolha!

Miguel disse...

Pois eu cá tento escolher algo intermédio. Nem "marcas brancas" nem topos de gama. A minha primeira máquina de lavar roupa foi uma Siemens que comprei em 2ª mão a alguém que ia emigrar. passados uns 5 anos pifou. Depois comprei AEG e a máquina da loiça ARDEU (literalmente!!)!! A sorte é que estava na garantia!!!

Ana C. disse...

Banita gostava de saber o nome da tua máquina mexicana. Aposto que é cómico :)

Ana C. disse...

Miguel a tua AEG ardeu???????? Não mandaste um fósforo lá para dentro nem nada?????
É que a minha da loiça é AEG...

Miguel disse...

Ardeu... curto-circuito do módulo electrónico!!

(Acabei de matar a Alzira... ou melhor, ela tratou disso por mim!)

Joanissima disse...

Ai,, melher!!! Tas uma leide...
Qualquer dia, perdes a cabeça e compras um ferro de caldeira, tu queres ver???

Eu cá, nessas coisas, sou exigente. gasta-se mais dinheiro mas rentabiliza-se por mais tempo...
E que sorte tem a tua Míele que tem agora uma dona que a poupa, que a compreende... : ))