terça-feira, 13 de outubro de 2009

145 Pulsações Por Minuto

145 pulsações por minuto é o ritmo com que o teu coração bate.
Quando saíres de dentro de mim conhecerás lentamente o ritmo de todos nós, umas vezes mais depressa quando sentires uma grande alegria, outras mais devagarinho quando o teu coração congelar por algum motivo menos bom. Mas agora são 145 pulsações por minuto e nenhuma pressa de coisa nenhuma.
Quando tiveres a minha idade vais perceber que muitas vezes seria bom controlarmos as batidas do nosso coração à velocidade necessária e vais descobrir também que não consegues. Que ele trabalha por ti maquinalmente sem nada poderes fazer para acertares a sua marcha ao teu ritmo.
Mas agora vives a 145 pulsações por minuto como se a pressa de alcançares o mundo fosse imensa, como se quisesses beber da vida cheio de sede, como se não pudesses esperar um minuto e no entanto, aqui estás tu sem nada que te preocupe além das minhas preocupações e eu tento não me preocupar muito por ti, pela tua irmã, pois sei que ainda vivem um bocadinho ao som das minhas próprias batidas.

15 comentários:

Melissinha disse...

um cavalinho!pocotó, pocotó, pocotó!

Ai pá tu andas a dar-me umas nostalgias perigosíssimas do bucho.

Lia disse...

e agora fiquei com uma lágrima no olho, nem sei bem pq! DEve ser algo mágico, o bater do coração de um filho...

Ana. disse...

145!!
Baby António já a viver intensamente!!

Cool!

;)

mãeee disse...

Agora fiquei nostálgica!
A minha filhota do meio dizia que o irmão fazia "stum-stum-stum" muito depressa quando o ouvia nas consultas de obstectrícia.
É maravilhoso o som do amor que cresce dentro de nós, com a sua individualidade já marcada. Boa António!
Beijos

Joanissima disse...

Isso é o miudo já a pré-ver o TGV!!!!

O teu filho é muito à frente!!!
Raio do miudo que 'inda vai nascer socialista, tu queres ver??

(que bem que eu disfarço a saudade e a melancolia, hun? pareço uma certa e determinada ana casaca...)

Precis Almana disse...

Acho o máximo ouvir o coração dos bebés nos CTG (quando vou ao ginecologista, volta e meia é a "música" de fundo :-)). E os dois da minha irmã, aquilo pareciam mesmo cavalos, como diz a Melissinha :-) Fofinhos...
Entre a ecografia, ouvires e sentires, às tantas já consegues imaginar o teu António, não? Estás de quantas semanas agora? 20? 20 e poucas?

Raquel disse...

Só tu mesmo, para dizeres as coisas desta forma tão especial e me deixares comovida... nunca estive grávida mas imagino que sentir e ouvir o bater do coração do teu filho na tua barriga deve ser uma experiência incomparável a outra coisa qualquer!
145... que força, que intensidade, que vida! :)
Bj xx

Ana C. disse...

Melissa nem mais é um cavalo a galope. Eu não te quero provocar nostalgias nenhumas, só pariste há 8 meses mulher!

Ana C. disse...

Lia desta vez foi ainda mais especial, pois fui só ver e ouvir o coração, o som invadiu a sala inteira :)

Ana C. disse...

Ana. Porque é que os babys têm este ritmo tão acelerado se não têm preocupações. O normal num bebé dentro da barriga é entre 100 e 180, chiça que é muito rápido!

Ana C. disse...

mãeee tu controla-te mulher! Tens 3!!!!!!!!!
Mas sim não deixa de ser maravilhoso ouvir as batidas de uma outra vida dentro de nós :)

Ana C. disse...

Joaníssima tu não me rogues pragas! Ele ainda é apartidário!!!

Ana C. disse...

Precis cavalos de corrida a levantarem poeira e tudo ;)
Estou com 22 semanas e meia. Passa tão rápido...

Ana C. disse...

Raquel só comparavel ao Alien o 8º passageiro ahahahaha
Que horror, que falta de sensibilidade a minha, mas sabes que volta e meia me lembro do filme?
Quanto ao resto não há nada que se compare de facto, saberes que estás a abrigar uma vida inteira dentro de ti é qualquer coisa...

sofia disse...

:)
E é tão bom de ouvir...