quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Aperto na A5

O nosso aniversário de casamento foi muito bom, mas deixou marcas.
Almoçámos na Brasserie do Entrecosto (ahaha) no Chiado e aquele molho divinal com mais de 20 especiarias deixou-me, como dizer, com irritabilidade intestinal.
Estive basicamente doente e obrigada a comer arroz com frango desde domingo.
Hoje melhorei para grande alívio meu, pois de manhã tinha a famosa, esperada, ansiada ecografia das 22 semanas e não calhava nada bem andar a fugir para a casa de banho de cada vez que a sonda me pressionasse o abdómen.
Mais relaxada meti-me no carro rumo a Lisboa em plena hora de ponta e eis se não quando entre Carcavelos e o Estádio Nacional, com carros à frente, atrás, dos lados e por cima me vejo acometida não por uma cólica qualquer, mas por A CÓLICA do século. Aquela cujo apelo é tão, mas tão premente que conseguimos ouvir o organismo a gritar, a gemer, a implorar por alívio. Pus o ar condicionado no máximo numa vã tentativa para eliminar o suor de pânico e dor que me alagavam.
O que fazer numa situação destas? Chamar uma ambulância e pedir-lhes que tragam uma arrastadeira? Sair do carro e tirar de dentro da mala um pequeno bacio de emergência que trago sempre para a minha filha? Sair do carro e atirar-me para a divisória central no meio das moitas? Gritar por socorro sem parar? Suicidar-me?
Digo-vos que até hoje sempre pensei que estar aflita para urinar e não poder era muito mais insuportável do que estar aflita para outra coisa qualquer. Digo até hoje, pois hoje derrubei esse mito ao atingir o recorde do sofrimento orgânico. Até ao bebé pedi para se agarrar com força aos intestinos de forma a travar a catástrofe iminente.
Hoje perdi 10 anos de vida no trajecto Cascais-Lisboa.
E depois de escrever isto pergunto-me: O que raio é que acabei de escrever aqui? Nem sei se não apague isto mais tarde, mas precisava mesmo de desabafar...
Entretanto com tanto arroz com frango acho que perdi algumas gramas. Ao menos isso.

30 comentários:

Sílvia disse...

Não foi nada fácil portanto =) eh eh...

beijinho***

Ceres disse...

Ah Ah Ah Ah Ah Ah
Rio-me agora mas bem sei a aflição que isso é ;-p

Há uns anos atrás tive um problema gastrointestinal que se prolongou por alguns meses de vómitos e diarreias frequentes. Sei bem o que são cólicas de enloquecer em locais públicos e não desejo a ninguém... Ufa...

Ah Ah Ah Ah Ah Ah Ah

Precis Almana disse...

'tadita...
Quanto à Brasserie... lembras-te do guiazinho Lifecooler? Há um vale para a mercy ;-) (acho que é mesmo género, mas ainda não fui lá).

Melissinha disse...

Mas pera, E O FIM DA HISTÓRIA?
Did you... go? :D

Joanissima disse...

ahahahahahahaahahah ai que nao posso... ahahahahahahahahahahha tu es demais!!! Tu e as tuas historias (literalmente) de merda!!! ahahahahahaahahahha

e entao?
foi no separador central????
ahahahahaahahahahah (que imagem poderosa!!!!!!!)

Joanissima disse...

(tadinha.... um gajo aqui a gozar e isso deve ser mesmo mau... é como diz o meu compadre: quem diz que sexo é bom é porque nunca mijou (ou cagou, vá!) à rasquinha!!!)

ahahahahaahahahahh

Ginguba disse...

(fum fum fum) Isto sou eu a rir baixinho e a pôr a mão à frente da boca...
E depois??? foi no penico da pequena???
Oh Ana, não dá para não rir! Sorry...

Mamã do Raúl disse...

AHAHAHAH!!
e..moral da história?

Miguel disse...

Lembras-te de um texto num blog de um amigo teu intitulado "O Sr. Intestino"?. Pois... agora sabes o que é sentir o que ele sentiu! Mas, devo dizer-te, que até ao dia em que tiveres que parar o carro e aliviar-te atrás de uns arbustos a 2 metros do "rail" da auto-estrada, serás sempre uma "rookie"!!

Jasmim disse...

É por este fantástico sentido de humor que eu venho cá sempre espreitar. A explicação foi mesmo, como dizer, à Eça de Queiroz...

Maria Manuela disse...

Minha querida
quem já teve uma crise de vesícula mas daquelas que faz com que uma pessoa deixe as unhas marcadas no chão do WC, sabe muito bem do que falas. Uma pessoa até fica paralítica do cérebro.

As melhoras. E com a eco? Tudo bem ?
bj

mena disse...

não apagues, porque ficou excelente. cá em casa também andámos em apertos e só me ria a ler o teu texto. muito bom :)

Disse disse...

Brilhante! Genial!
Hahahahahahhahahah
E penso que todos já passámos por situações semelhantes....
De qualquer forma gostaria de saber o fim... pode que ser para a próxima já saiba como agir.

Lia disse...

lolol...mas...e o fim? isto é uma história de suspense???

Raquel disse...

AAAUUU!!! Esta doeu só de ler!... sabes que há 5 anos atrás tive uma intoxicação alimentar que me deu umas cólicas assim... no meio de um exame da faculdade :( abandonei o exame e tive que o fazer em Setembro! Mas naquela altura fiz o que teve que ser feito e... foi um alívio!!! ahahah
Bjs xx

Ana C. disse...

Sílvia um pesadelo mulher, um pesadelo...

Ana C. disse...

Ceres ainda bem que entendes o meu sofrimento...

Ana C. disse...

Precis nós queriamos ir ao Terra, mas foi simplesmente impossível parar o carro ao sábado de manhã no Principe Real...

Ana C. disse...

Melissa acho que tenho merda até aos ouvidos tal foi a força no sentido interior que fiz para não fazer...

Ana C. disse...

Joaníssima começo a achar que me devia dedicar a escrever sobre merda, sempre foi o meu forte...
Quanto ao resto devo ter merda até ao cerebelo tanta foi a força que fiz para não fazer. Aquilo acabou por suavizar... Mas deve estar aqui à espera para sair a qualquer instante...

Ana C. disse...

Ginguba podes crer que se o penico da Alice não estivesse na mala do carro eu teria recorrido a ele. Depois tanto esforço fiz para não fazer que consegui aguentar. Sou uma heroína com uma capacidade de retenção simplesmente incrível...

Ana C. disse...

Ginguba esta não tem moral. Só se for nunca andes sem fralda...

Ana C. disse...

Miguel aqui era literalmente impossível sair do carro trânsito compacto sem mexer. Parecendo que não quando o carro anda a coisa alivia. Aposto que andas com um rolo de papel higiénico no porta luvas :)

Ana C. disse...

Jasmim tu não me deixes encavacada. Eça de Queiroz o meu simplório texto de bosta? É muito simpático da tua parte :)

Ana C. disse...

Maria Manuela não te invejo a sorte. Ouvi dizer que quem tira a vesícula rejuvenesce anos e come tudo o que bem lhe apetece...

Ana C. disse...

mena coitados de vocês. Escuta o que te digo vocês não saiam em hora de ponta sem penicos na parte da frente do carro!

Ana C. disse...

Disse o fim é que eu sou simplesmente heróica. Fiz tanto esforço para não fazer que além de ter ficado roxa, estou à espera do retorno...

Ana C. disse...

Lia o fim foi simples consegui controlar-me. Venci o intestino, mas morro de medo à espera do regresso do maldito...

Ana C. disse...

Raquel num exame já me aconteceu estar tão, mas tão ranhosa e sem um único lenço à mão. Não é nada fácil também. Quanto a ti fizeste o que tinha que ser feito sem dúvida ahahahaha

Eumesma disse...

Lol, (agora uma piadinha parva) antes isso que um aperto de verdade entre 2 ou mais carritos na A5...:-).
Agora a sério, entendo-te bem, essa só me lembrou de qd fui tb fazer uma eco, acho que bebi água a mais, fizeram-me esperar mais de uma hora antes de fazer o exame e nunca nunca tive tanta a noção que ia rebentar como naquele dia...
O que vale é pedi para ir verter só um bocadinho de água e a tipa deixou-me...mulher sofre, páaaaaaa!!!

E a eco, tudo ok??

E dasabafar faz bem ao espirito portanto estás á vonatde...:-)

Bjs