quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Cuecas Para que Vos Quero

Apesar de não ser mulher de fio dental, nem de cinto de ligas, no qual possa colocar sensualmente um punhal, ou pequeno revolver, também não gosto de ceroulas até aos sovacos, cuecas com a Hello Kitty, ou roupa interior gasta e sem elásticos.
Tenho a minha vaidade, ainda que sem grande exagero. Gosto de estar digamos que apresentável. Por isso ontem fui com a Alice procurar cuecas de grávida, pois as minhas já cortavam a circulação de sangue em certas partes do meu corpo. Escolhemos as duas o que me pareceu um modelito sóbrio, neutro, tamanho médio. Não dava para abrir a embalagem, por isso deduzi que andasse no M.
Chegadas a casa a minha filha decidiu tirar as peças sensuais da embalagem e enfiar aquilo na cabeça, qual saco de batatas com furos. Rimo-nos a bom rir com o tamanho exagerado da coisa até às lágrimas.
Ahahahah isso não me vai servir Alice, vamos levar para o supermercado e encher de compras, boa?
Risos e mais risos.
Apenas e só por descargo de consciência decido experimentar aquela caricatura de cueca e eis se não quando o pior acontece. O terror se apodera do meu ser com todas as forças. O pesadelo torna-se realidade. Aquilo serviu-me.

22 comentários:

ADEK disse...

Oh, assim na mão às vezes as coisas enganam... :X Costuma acontecer-me pedir o 42 de calças e as empregadas ficarem escandalizadas, e dizem que "não pode ser". Lá me trazem o 40, eu lá experimento e provo-lhe que não dá (geralmente não passa da anca:X) e lá levo sempre o 42, feliz da vida (ou não! XD).

Lia disse...

pois... mas deixa lá, que depois da gravidez voltas ao teu tamanho normal num instante!

manager disse...

ahahah opa adorei o post :P

miriam_ferreira disse...

Nós sabemos que perdemos a dignidade quando...
podemos comparar as nossas cuecas às que a vizinha da nossa avó punha a secar (nos eighties) e que nós podíamos usar como tenda de índio para brincar com os primos...
Tem fé Ana, daqui uns meses passa e a dignidade volta. Eu própria guardei o cuecão só para poder olhar para ele e dizer : "Como é que é possível o meu rabo ter cabido aqui ?"
Será um estado de graça ou de fazer graça ?
Desejo-te sorte em "Ana em busca do cueca perdida".

mãeee disse...

Obrigada por este momento de puro humor! Já passei por isso, mais do que uma vez ... o truque é ter sempre presente que é temporário
Beijos

Raquel disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!!!!!!!!!!! Tou a chorar de tanto rir, obrigada! (com umas cuecas fio-dental a comédia não seria tão boa, lá isso é verdade!!!)

Joanissima disse...

melher, cuecas para que vos quero?? Pelos vistos dá para ir às compras, para rir e, pra doideira, quando precisares de fazre mudanças, podes embrulhar lá as tuas mieles todas... ahahahahahahha

Precis Almana disse...

Oh pá, se eu for vestir umas cuecas com um bebé ao meu colo, e tentar enfiá-lo dentro delas - mais ou menos o que acontece com as grávidas - também têm que ser umas grandes!!! :-p

ergela disse...

Isto quer dizer que estás uma grávida a sério.

:) Beijos.

Disse disse...

Sugestão:

Primeiro que tudo, isso passa...
Agora:
Quando já não forem precisas seguramente darão imenso jeito a alguém, tipo.... sei lá, um principiante no parapente, não?

Cat disse...

Olá Ana!
Comento este post porque é o mais recente mas na realidade descobri o teu blog agora e quero dizer que adorei.
Já chorei de rir à conta de alguns posts e identifico-me com a maioria deles. Também fiz 5 anos de casamento e sou mãe quase à 3, desde as perguntas-chave que nos fazem nas diferentes alturas da vida; às cuecas absurdas de gravidez às perguntas dificeis dos filhos...Estou contigo

Ana C. disse...

Adek eu também estou o máximo, super esguia e elegante (ehehe) daí ter ficado tão chocada...

Ana C. disse...

Lia o teu optimismo é comovente :)

Ana C. disse...

manager nada como a desgraça alheia para nos animar :)

Ana C. disse...

miriam olha que belo título: Em busca da Cueca Perdida. Mas vai ficar para depois de dar à luz ;)

Ana C. disse...

mãeee isso do temporário é um conceito muito subjectivo ;)

Ana C. disse...

Raquel se tiveres pachorra clica no link do post, também já escrevi sobre as fio dental :)

Ana C. disse...

Joaníssima eu só tenho uma Miele, mas olha que não é uma má ideia, sempre protege a mobília ahahahaha

Ana C. disse...

Precis obrigada pela tua perspectiva, muito obrigada mesmo. Apesar de o bebé ainda não pesar 1 quilo, animou-me :)

Ana C. disse...

ergela quanto mais tempo passa, mais a sério fico :)

Ana C. disse...

Disse se eu não tivesse vertigens agarrava-me ao cuecame e lá ia eu montanha abaixo a fazer parapente ahahahahah

Ana C. disse...

Cat muito bem vinda e fico contente por termos tanta coisa em comum. É bom sabermos que não estamos sós nas nossas aventuras...